Tecnologia e Ciência Missão espacial composta por civis decolará na semana que vem

Missão espacial composta por civis decolará na semana que vem

Elon Musk será um dos 4 integrantes do primeiro voo ao espaço sem a presença de astronautas da sua empresa, a Space X

Space X vai realizar primeiro voo composto somente por civis

Space X vai realizar primeiro voo composto somente por civis

EFE/EPA/CRISTOBAL HERRERA

Um empresário milionário, um engenheiro, um assistente médico e um professor universitário embarcarão em uma cápsula SpaceX Dragon em Cabo Canaveral, na Flórida, no próximo dia 15, como parte da primeira missão totalmente civil a orbitar a Terra por vários dias.

A empresa de Elon Musk informou que esta missão sem astronautas da agência espacial americana, a Nasa, planeja decolar do Centro Espacial Kennedy nessa data ou no dia seguinte, dependendo das condições climáticas.

Jared Isaacman, de 38 anos, fundador e CEO da Shift4 Payments, um dos quatro membros da tripulação que estarão a bordo da chamada missão Inspiration4 alimentada por um Falcon 9, patrocinou as outras três passagens.

Leia mais: Entregadora da Amazon faz música para alertar cliente e viraliza

Os outros membros da tripulação são Hayley Arceneaux, de 29 anos, sobrevivente de câncer e médica assistente do Hospital St. Jude Children's Research, que será a pessoa mais jovem a voar para o espaço orbital.

Também estarão presentes o professor universitário Sian Proctor e o engenheiro aeroespacial e veterano da Força Aérea Chris Sembroski.

A tripulação do Inspiration4 recebeu treinamento de astronauta comercial da SpaceX, no veículo de lançamento Falcon 9 e na nave espacial Dragon, de mecânica orbital, de operação de microgravidade, de gravidade zero, entre outros testes.

Os civis foram preparados para emergências, naves espaciais e exercícios de entrada e saída de trajes espaciais, bem como simulações de missões parciais e completas.

Esta jornada orbitando a Terra a cada 90 minutos, ao longo de uma rota de voo personalizada, será cuidadosamente monitorada em cada etapa pelo controle da missão SpaceX.

A cápsula não terá um anel de acoplamento próximo ao nariz desta vez porque não será ligada à Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês).

Leia mais: Quase 30% das espécies do planeta correm risco de extinção

Após a conclusão da missão, o Dragon voltará a entrar na atmosfera da Terra para pousar na costa da Flórida. Espera-se que os membros da missão cheguem à Flórida na próxima quinta-feira para iniciar os preparativos finais.

Em 2020, o SpaceX "devolveu a capacidade" aos Estados Unidos de transportar astronautas da Nasa de e para a ISS pela primeira vez desde o último voo do ônibus espacial em 2011.

O Dragon também foi projetado para transportar astronautas comerciais para a órbita da Terra, a ISS ou para além dela.

Últimas