Tecnologia e Ciência Veja a primeira imagem espetacular fotografada pelo telescópio espacial James Webb

Veja a primeira imagem espetacular fotografada pelo telescópio espacial James Webb

Foto de estrela divulgada pela Nasa foi captada para testar os instrumentos ópticos já alinhados do poderoso telescópio

Esta bela estrela se chama 2MASS J17554042+6551277

Esta bela estrela se chama 2MASS J17554042+6551277

Divulgação/Nasa

O telescópio espacial James Webb completou mais uma etapa de seu processo e enviou a primeira imagem focada, após seus espelhos se alinharem quase totalmente. A foto acima é da estrela 2MASS J17554042+6551277, considerada comum por astrônomos, mas ótima para fotos de teste, como esta feita pelo dispositivo.

A foto nítida marca o início dos trabalhos de fotografia do poderoso telescópio de R$ 50 bilhões (US$ 10 bilhões) e, segundo a Nasa, é um indicativo de que ele atenderá às altas expectativas depositadas nele.

O espelho principal do telescópio na verdade é formado por 18 segmentos, que devem ser alinhados corretamente para funcionar em conjunto e captar imagens de locais distantes do Universo. Foi o que acabou de acontecer, embora alguns pequenos ajustes previstos ainda precisem ser feitos.

Uma selfie da estrutura do espelho principal do James Webb

Uma selfie da estrutura do espelho principal do James Webb

Divulgação/Nasa

Em janeiro, o trabalho de desdobrar esses "pedaços" para todos atuarem como um único espelho foi concluído. No mês seguinte, a Nasa mapeou o funcionamento de cada um deles, para fazê-los funcionar em conjunto, o que nos leva para a etapa atual: essa bela foto tirada, que é o motivo do telescópio chamar tanta atenção.

"Até agora, estamos descobrindo que o desempenho é tão bom quanto ou melhor do que nossas projeções mais otimistas", disse Lee Feinberg, gerente de elementos ópticos do telescópio, durante uma coletiva de imprensa na terça-feira (15).

O processo seguinte envolve alinhar com precisão atômica a câmera infravermelha e dois outros dispositivos de calibração, para fazer o telescópio realmente captar imagens como se espera. Segundo a Nasa, o processo deve estar completo até o início de maio, e será seguido da preparação dos diversos instrumentos científicos.

As primeiras imagens de altíssima resolução e com dados científicos são aguardadas para o fim do ano.

Para se ter uma ideia da evolução óptica do James Webb, é possível ver a imagem abaixo — a primeira feita por ele, em fevereiro, apenas para confirmar que as câmeras estavam operacionais.

A primeira foto não foi das mais impressionantes

A primeira foto não foi das mais impressionantes

Divulgação/Nasa

Os técnicos da Nasa ressaltam que, até agora, não tiveram problemas técnicos com o telescópio.

Desafio científico

O Webb, telescópio espacial mais potente já construído e sucessor do Hubble, decolou da Guiana Francesa, em um foguete Ariane 5, em 25 de dezembro e se dirige ao seu ponto orbital, a 1,5 milhão de quilômetros da Terra.

Sua tecnologia infravermelha lhe permite ver as primeiras estrelas e galáxias que se formaram há 13,5 bilhões de anos, fornecendo aos astrônomos uma nova perspectiva da primeira época do Universo.

A missão do telescópio inclui estudar planetas distantes para determinar sua origem, evolução e habitabilidade.

Relembre abaixo os avanços da astronomia de 2021!

Últimas