Cidades

4/2/2013 às 18h04

Cai para 93 o número de vítimas internadas após o incêndio na boate Kiss

Vinte e nove feridos em incêndio que vitimou 237 pessoas respiram com ajuda de aparelhos

Da Agência Brasil, com R7

Caiu para 93 o número de vítimas da tragédia na boate Kiss que estão internadas. Desses, 29 ainda estão em ventilação mecânica. Há internados em hospitais de cinco cidades do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, Santa Maria, Caxias do Sul, Canoas e Ijuí.  

No último sábado (2), o estudante Bruno Portella Fricks, de 22 anos, que estava internado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, foi a terceira vítima a morrer em um dos hospitais do estado, para onde foram encaminhadas as vítimas do incêndio. Com a morte de Bruno, subiu para 116 o número de alunos da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria) mortos na tragédia. Ao todo, 237 pessoas morreram em decorrência do incêndio.  

A universidade começou a organizar nesta segunda-feira (4) o atendimento psicológico para as pessoas que estavam envolvidas no incêndio. Equipes do Centro de Acolhimento da UFSM estão recebendo os alunos e servidores para um primeiro atendimento e encaminhando para atendimento na rede de saúde mental do município, em clínicas escolas, no Setor Psiquiátrico do Hospital Universitário ou em clínicas cadastradas no Conselho Regional de Psicologia.  

Espuma de colchão revestia boate, diz comerciante

Corpo de mais uma vítima do incêndio em Santa Maria será enterrado nesta segunda-feira

Com a retomada das aulas na UFSM, milhares de alunos participaram de um ato ecumênico em homenagem às vítimas do incêndio. O ato que ocorreu no campus da universidade ainda foi precedido por uma caminhada organizada pela comunidade de Santa Maria.

Incêndio

O incêndio dentro da boate Kiss no centro de Santa Maria, cidade a 290 km da capital, Porto Alegre, aconteceu na madrugada de 27 de janeiro, durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira. Segundo testemunhas, durante o show foi utilizado um sinalizador — uma espécie de fogo de artifício chamado "sputnik" — que ao ser lançado atingiu a espuma do isolamento acústico, no teto da boate. O fogo se espalhou em poucos minutos.

A casa noturna estava cheia na hora que o fogo começou. Cerca de mil pessoas estariam no local. O incêndio provocou pânico e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência. Os donos não tinham qualquer autorização do Corpo de Bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. O alvará da boate estava vencido desde agosto de 2012, afirmou o Corpo de Bombeiros.

Ao entrar na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, para socorrer as vítimas do incêndio ocorrido na madrugada de domingo (27), os bombeiros se depararam com uma barreira de corpos.

Polícia ouve seguranças da boate Kiss para saber se eles fecharam a porta impedindo a saída do público

Vocalista de Gurizada Fandangueira se preocupou em salvar equipamento do palco, afirmam testemunhas

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Guido Pedroso de Melo, descreveu a situação.

— Os soldados tiveram que abrir caminho no meio dos corpos para tentar chegar às pessoas que ainda estavam agonizando.

Prisões

A prisão dos quatro suspeitos de envolvimento no incêndio da casa noturna em Santa Maria, que matou ao menos 237 pessoas, foi prorrogada pelo juiz Regis Adil Bertolini. Hoffman, o cantor Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão estão presos na Penitenciária Estadual de Santa Maria, em celas especiais, separados da massa carcerária.

Elissandro Callegaro Spohr está internado em uma clínica em Santa Cruz do Sul sob custódia policial. Os advogados pretendem entrar com pedido de revogação da prisão temporária. O processo passa a tramitar na 1ª Vara Criminal Criminal de Santa Maria, sob a análise do juiz Ulysses Fonseca Louzada.

O advogado de Elissandro Callegaro Spohr, Jader Marques, foi procurado pela reportagem mas não atendeu aos chamados.

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!