Cidades

3/2/2013 às 12h44 (Atualizado em 3/2/2013 às 16h00)

Em mais uma noite de violência em SC, veículos são incendiados e delegacias e subprefeituras são atacadas

Já foram registradas 43 ocorrências em 14 municípios e 20 pessoas foram detidas

Do R7

Dois caminhões estacionados em um posto foram incendiados em Maracajá Ulisses Job/Futura Press/Estadão Conteúdo

Um suspeito morreu ao tentar atirar em um policial de folga, três ônibus e duas carretas foram incendiados, a casa de um policial civil e duas delegacias foram alvos de disparos e três subprefeituras foram atacadas, segundo informações do governo de Santa Catarina.

Um homem foi morto e outro detido, por volta das 3h15 deste domingo (3), durante confronto com policiais em Joinville, região norte do Estado. O suspeito, que estava em uma moto, foi morto ao tentar atirar em um policial militar que estava de folga. Ele foi perseguido por viaturas, não obedeceu à ordem de parar e tentou atirar contra os policiais. O garupa da motocicleta, de 22 anos, foi preso.

Desde o início dos ataques criminosos em Santa Catarina até as 7h deste domingo, foram registradas 43 ocorrências em 14 municípios e 20 pessoas já foram detidas. Entre 18h de sábado (2) e 7h deste domingo, além do confronto que acabou na morte do suspeito, a polícia registrou três ônibus de transporte público e duas carretas particulares incendiados, além de disparos contra a casa de um policial civil, duas delegacias e ataques a três subprefeituras.

SC tem sete ônibus e um guincho incendiados

Após ataques, ônibus devem parar de rodar às 19h30 em Florianópolis

Quatro ônibus são incendiados em Santa Catarina durante a madrugada

O secretário de Segurança Pública de Santa Catarina, César Augusto Grubba, afirmou que os ataques podem ser uma resposta às ações de combate ao tráfico de drogas no Estado. Há ainda a possibilidade de que as ações tenham sido uma retaliação à transferência de traficantes que estavam em presídios na capital catarinense.

Às 18h de sábado, segundo o motorista, um ônibus do transporte coletivo de Criciúma foi incendiado por quatro homens armados. Mais tarde, por volta das 21h20, duas carretas — uma de combustível — foram incendiadas em um posto de gasolina em Maracajá, no sul do Estado. Os motoristas jantavam em um restaurante no local.

Praticamente no mesmo horário, por volta das 21h30, um coquetel molotov foi atirado contra a casa de uma policial civil, em Criciúma, também no sul de Santa Catarina. No momento do ataque, não havia ninguém na residência. Duas viaturas da Polícia Militar que estavam no local conseguiram conter o fogo com extintores de incêndio. Os suspeitos seriam dois homens em uma moto.

Pouco depois das 22h, outro ônibus do transporte coletivo foi incendiado em São Francisco do Sul, no norte de Santa Catarina. Ninguém ficou ferido. Em Itajaí, por volta das 23h30, a Polícia Militar recebeu o comunicado de atentado contra a subprefeitura. Segundo a denúncia, dois homens, possivelmente menores, de bicicletas jogaram um coquetel molotov nos fundos do edifício. Eles, no entanto, erraram o alvo, pois o material inflamável pegou no muro e não pegou fogo. O vigilante acredita que os alvos seriam os veículos que estavam no local.

Já no início da madrugada deste domingo, dois homens em uma moto atacaram uma base da Polícia Militar, em Joinville, também no norte do Estado. O crime aconteceu por volta da 0h30 no bairro Aventureiro. O garupa atirou quatro vezes contra o prédio, mas não acertou nenhum tiro. Nenhum policial foi atingido.

Quatro homens em duas motos botaram fogo em uma das salas da subprefeitura de Araquari, no norte de Santa Catarina. O crime aconteceu por volta da 1h10 deste domingo. A sala ficou totalmente destruída. A mobília, alguns computadores e o forro foram queimados. No mesmo prédio, funciona um posto da Polícia Militar, que não foi atingido pelo incêndio. Uma viatura da PM e os bombeiros chegaram rapidamente ao local para combater as chamas. Os suspeitos fugiram e ainda não foram localizados.

O vidro de um ônibus escoltado pela Polícia Militar foi quebrado por uma pedra em Joinville, no Norte. O crime aconteceu por volta da 1h30 no bairro Panaguamirim. Por volta das 2h, em Chapecó, criminosos tentaram colocar fogo na garagem da prefeitura da cidade. Ainda em Chapecó, por volta do mesmo horário, um micro-ônibus foi incendiado no bairro Jardim América. O veículo estava estacionado em via pública.

Por volta das 5h, dois homens em uma moto jogaram um coquetel molotov nos fundos da base de um batalhão da Polícia Militar de São Francisco do Sul. O fogo foi apagado com um extintor da base.

Assista ao vídeo:

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Perfis no Facebook

Presas de Guarapuava (PR) tiram fotos sensuais e postam na internet

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Jovem, rica e bela

Saiba quem é a mulher que largou tudo para ficar com Roger Abdelmassih

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Palmas (TO)

Suspeito de estuprar e matar mulher ri ao ser preso e debocha: “Saio em 3 meses”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!