Saúde

19/12/2012 às 08h13 (Atualizado em 19/12/2012 às 08h39)

Malhar em jejum pode afetar o cérebro

Exercitar de estômago vazio leva ao que se chama de 'estado de racionamento de energia'

Agência Estado

Estudos médicos feitos em vários países mostram que realizar exercícios em jejum pode levar o organismo ao que se chama de "estado de racionamento de energia".

Ou seja,o corpo cria uma defesa, por entender que as reservas energéticas estão sendo queimadas, sem que este "combustível" esteja sendo reposto.

Quando se está em repouso, um organismo saudável se adapta com alguma facilidade aos períodos em jejum. Mas quando estamos mexendo com o corpo, a situação pode se complicar, colocando a saúde do indivíduo em risco.

Atividade física melhora o desempenho profissional

Atividade física evita derrame cerebral, diz pesquisa

Ingerir água é fundamental durante atividade física

O resultado é que atividade física com a barriga vazia pode provocar reações extremamente desagradáveis como desmaios e até afetar o cérebro, provocando danos neurais permanentes.

Mesmo com outros estudos mostrando que realizar exercícios físicos em jejum pode gerar um aumento no consumo de gordura, isto não compensaria os riscos envolvendo esta prática.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!