Operação Lava Jato
Brasil Michel Temer é líder da organização criminosa, diz decisão judicial

Michel Temer é líder da organização criminosa, diz decisão judicial

Ex-presidente do MDB foi preso na manhã desta quinta-feira (21), em São Paulo, sob suspeita dos crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro

Michel Temer é líder da organização criminosa

Michel Temer é líder da organização criminosa, diz decisão

Michel Temer é líder da organização criminosa, diz decisão

Adriano Machado/Reuters

O ex-presidente Michel Temer (MDB), preso na manhã desta quinta-feira (21), é o líder da organização criminosa, de acordo com o juiz federal Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal.

Temer foi preso nesta quinta, sob suspeita dos crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro. Ao todo, as autoridades cumprem oito mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 26 de busca e apreensão nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Distrito Federal.

De acordo com a decisão, "por sua posição hierárquica como vice-presidente ou como presidente da República do Brasil, e a própria atitude de chancelar negociações do investigado Lima o qual seria, em suas próprias palavras, a pessoa 'apta a tratar de qualquer tema', é convincente a conclusão ministerial de que Michel Temer é o líder da organização criminosa a que me referi, e o principal responsável pelos atos de corrupção aqui descritos".

Leia mais: Confira as acusações contra Michel Temer, preso pela Lava Jato

O ex-presidente é acusado pelo MPF (Ministério Público Federal) de ter recebido propina por meio de um contrato de empreiteiras com Eletronuclear, estatal responsável pela construção de Angra 3.

De acordo com a decisão, não se deve desprezar, ainda, "a participação de outro investigado que, por sua trajetória política e exercício dos maiores cargos nas esferas estadual e federal, gozava do status de Ministro de Estado até recentemente (31/12/2018), o requerido Moreira Franco". Franco também foi preso hoje no Rio de Janeiro.