Brasília Anúncio de aluguel com limite de descargas e proibição de rinite viraliza na internet

Anúncio de aluguel com limite de descargas e proibição de rinite viraliza na internet

O síndico e criador do post esclareceu que tudo não passou de uma brincadeira: 'Intenção era satirizar anúncios abusivos'

  • Brasília | Hellen Leite, do R7, em Brasília

O servidor Pedro Guedes e anúncio de aluguel de quitinete que viralizou na internet

O servidor Pedro Guedes e anúncio de aluguel de quitinete que viralizou na internet

Redes sociais/Reprodução

"Não aceitamos cachorros; não pode ter rinite e nem sinusite; e somente seis descargas no vaso sanitário por dia." Essas eram algumas exigências listadas no anúncio de aluguel de uma quitinete em Goiânia, Goiás, que viralizou nesta semana. O texto, publicado nas redes sociais na segunda-feira (16), já contava com mais de 100 mil curtidas no Twitter nesta quarta (18).

Em poucas horas, o post acumulou comentários de internautas indignados. No entanto, tudo não passou de uma brincadeira feita pelo servidor público Pedro Paulo Guedes, de 35 anos. Ele é síndico do prédio onde mora há 11 anos e conta que decidiu publicar o texto como uma forma de chamar atenção para as exigências exorbitantes que encontra em anúncios de aluguel. 

Leia também: Erros de português se transformam em memes e paródias nas redes

"Não existe nenhuma quitinete. A intenção foi fazer um meme com a situação. Eu participo de alguns grupos de aluguel no Facebook e sempre vejo anúncios com mil exigências. Aí eu coloquei o meu anúncio e fui além, a pretensão era exagerar mesmo, porque é humanamente impossível impor que o inquilino não tenha rinite ou sinusite, por exemplo", comentou.

Leia também: Sensação na web, 'Luva de Pedreiro' vira protagonista de memes

Pedro não esperava que o caso ganhasse tanta repercussão, mas ressalta que está se divertindo com os comentários que recebeu nas redes sociais. "Tem gente que levou a sério e está me xingando, mas eu atingi meu objetivo, que era satirizar os anúncios abusivos", disse. 

Além dos comentários indignados, houve quem compartilhasse outras situações parecidas. Em um dos comentários, um internauta postou um print de uma conversa de condomínio em que as pessoas reclamavam de um celular que vibrava muito alto. Veja as reações:

Últimas