Brasília Brasil recebe mais de 26 mil pedidos para refúgio de estrangeiros

Brasil recebe mais de 26 mil pedidos para refúgio de estrangeiros

Para analista de política internacional, os refugiados devem ter o atendimento mais rápido possível na questão do idioma 

  • Brasília | Vanessa Marques Do R7 e Camila Andrade da Record TV

O Brasil é um dos países que ajudam no acolhimento dos refugiados no mundo. Nos últimos 4 anos, o país recebeu mais de 66 mil venezuelanos. Só em 2020, foram protocolados, no Ministério da Justiça e Segurança Pública, mais de 26 mil pedidos de refúgio de estrangeiros. Cerca de 3,3 mil solicitações foram para o Distrito Federal.

Em 2020, houve mais de  26 mil pedidos de refúgio para o Brasil

Em 2020, houve mais de 26 mil pedidos de refúgio para o Brasil

Antônio Cruz/ Agência Brasil

Ana Bondar é ucraniana e graças à dupla cidadania conseguiu vir para o Brasil com os 18 ucranianos que foram repatriados e fugiram da guerra entre a Ucrânia e Rússia. "Ainda bem que a gente conseguiu sair, mas ainda tem muitas pessoas que estão lá. Muitas crianças ainda estão em perigo", lamenta a refugiada.

A guerra chegou ao 21º nesta quarta-feira (16). O número de cadastros de ucranianos para refúgio no Brasil já passou de 100.

Para analista de política internacional Elisa Robson,  os refugiados devem ter o atendimento mais rápido possível na questão do idioma e mercado de trabalho, por exemplo. "Nós temos muitas pessoas capacitadas que vem fugidas desses países que podem se inserir com segurança no nosso mercado de trabalho e trazer grandes contribuições para a nossa sociedade", ressalta.

Analista de política internacional Elisa Robson

Analista de política internacional Elisa Robson

Record TV

Segundo ela, o governo atual tem se posicionado de forma correta. Elisa explica que o Brasil adotou posição de neutralidade em relação às lideranças políticas, mas de abertura para a população que está sofrendo com a guerra. "O que o refugiado mais quer, no fundo, é poder voltar para o seu país", diz.

Últimas