Brasília Câmara Legislativa do DF dispensa uso de máscara após decreto local

Câmara Legislativa do DF dispensa uso de máscara após decreto local

Ato da Mesa Diretora foi firmado após Ibaneis anunciar fim da obrigatoriedade do equipamento em espaços fechados do DF

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Câmara Legislativa do Distrito Federal

Câmara Legislativa do Distrito Federal

Divulgação/CLDF

O uso de máscara dentro das dependências da CLDF (Câmara Legislativa do Distrito Federal) deixou de ser obrigatório a partir desta sexta-feira (11). A decisão da Mesa Diretora da Casa veio no dia seguinte ao decreto do governador Ibaneis Rocha liberando a obrigação do item de proteção em espaços fechados na capital.

A decisão de acabar com a exigência da máscara no DF foi tomada depois da análise sobre os indicadores da pandemia de Covid-19 registrados nos últimos dias. Ibaneis afirmou que há indícios de que a pandemia esteja chegando ao fim.

Apesar da medida, espaços como a UnB (Universidade de Brasília) e o Aeroporto Juscelino Kubitschek anunciaram que continuaram a exigir o uso de máscara. Na CLDF, distritais protestaram contra a dispensa do equipamento de segurança. Chico Vigilante (PT) disse que pode ir à Justiça para questionar o decreto do governo. O Ministério Público do DF também pediu explicações ao GDF e a apresentação de estudos técnicos que respaldem a decisão

Em fevereiro, um dia após o início do ano legislativo, os servidores passaram a trabalhar em regime remoto. No dia 1º daquele mês, depois de discursar sem máscara na tribuna, o deputado Jorge Vianna (Podemos) revelou que estava infectado pela Covid-19. Ela havia assumido a secretaria da Mesa Diretora. Na ocasião, todos os servidores, terceirizados e estagiários que estiveram no plenário foram submetidos a testes para diagnosticar a infecção pelo coronavírus.

Últimas