Brasília Covid-19: Taxa de transmissão sobe novamente e chega a 1,08 no DF

Covid-19: Taxa de transmissão sobe novamente e chega a 1,08 no DF

Essa é a sexta subida consecutiva da taxa no Distrito Federal nos últimos seis dias

  • Brasília | Alan Rios, do R7, em Brasília

Para especialista, andamento da vacinação permite avaliar cenário com maior peso nos números de óbitos

Para especialista, andamento da vacinação permite avaliar cenário com maior peso nos números de óbitos

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A taxa de transmissão da Covid-19 no Distrito Federal subiu novamente nesta terça-feira (14) e se manteve acima de 1, ficando em um nível considerado de alerta para a disseminação da doença. Segundo boletim da Secretaria de Saúde divulgado no fim desta tarde, a taxa está em 1,08. Essa é sexta vez que o número sobe nos últimos seis dias.

A taxa de transmissão é uma das estatísticas essenciais para entender o avanço da disseminação do vírus em uma região. Quando a taxa é maior do que 1, significa que há um cenário de crescimento de casos, embora outros números sejam complementares para o entendimento completo da pandemia. A taxa de 1,08 significa que cada 100 pessoas contaminadas transmitem a Covid-19 para, em média, 108 saudáveis.

Desde 8 de Setembro, o número cresce. Naquela data, a Secretaria de Saúde registrava uma transmissão de 0,92, abaixo do dia anterior, que marcou 0,94. Desde então, o DF tem enfrentado aumentos graduais, embora não cheguem a um patamar elevado. O pico da transmissão na capital foi de 2,61, em 2020.

A infectologista Ana Helena Germoglio explica que a transmissibilidade deve ser levada em consideração, mas, atualmente, com a vacinação em curso, analisar os casos graves pode ser mais correto. “A gente observa principalmente casos graves, hospitalização e óbito. Alguns países da Europa já baseiam as restrições nisso. Porque, quanto mais vacinados, mais casos leves tendemos a ter. Mas, claro, a taxa subindo não deixa de ser preocupante, até porque muita gente entende de forma errada que o combo vacina e flexibilização significa que a pandemia já está controlada, mas temos mais alguns meses pela frente”, explica a especialista.

Nesta terça-feira, o DF contabiliza 481.699 pessoas que já tiveram contato com o vírus, sendo que 463.540, ou seja, 96,2%, estão recuperadas da contaminação e 10.230, ou 2,1 %, faleceram por conta da Covid-19. Até às 17h de hoje, a Secretaria de Saúde divulgou oito novas mortes notificadas nesta data e nenhum óbito registrado.

Últimas