Invasão do Planalto, STF e Congresso em Brasília

Brasília Detidos por atos antidemocráticos são transferidos para a Papuda e a Penitenciária Feminina do DF

Detidos por atos antidemocráticos são transferidos para a Papuda e a Penitenciária Feminina do DF

Até o momento, 201 pessoas já foram encaminhados para as prisões locais; número está em atualização

  • Brasília | Ana Isabel Mansur, do R7, em Brasília

Rastros da destruição de vândalos no Senado Federal

Rastros da destruição de vândalos no Senado Federal

PLÍNIO AGUIAR, DO R7, EM BRASÍLIA

O Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), transferiu, até o momento, 201 pessoas presas pela depredação nas sedes dos Três Poderes para prisões locais.

Até as 17h50 (horário de Brasília), 137 homens haviam sido levados para o Centro de Detenção Provisória 2, na Papuda, e 64 mulheres, para a Penitenciária Feminina do Distrito Federal.

As transferências cumprem uma determinação da Vara de Execuções Penais do DF. Os detidos estavam, até então, na sede da Polícia Civil da capital federal, de acordo com a Seape. Ainda segundo a secretaria, o número de presos transferidos está em constante atualização.

Ao todo, 1.500 pessoas estão presas por participação nos atos de vandalismo do último domingo (8). Elas estão na sede da Polícia Civil, na Superintendência da Polícia Federal e na Academia da PF.

Somam-se aos detidos os extremistas que resistiram à desmobilização do acampamento em frente ao Quartel-General (QG) do Exército, na manhã desta segunda-feira (9).

Últimas