Brasília Doria rebate afirmações de Leite de que teria comprado votos

Doria rebate afirmações de Leite de que teria comprado votos

Governador de São Paulo nega afirmações do colega gaúcho e diz que ele deveria provar acusações

  • Brasília | Augusto Fernandes, do R7, em Brasília

Os governadores Eduardo Leite (RS) e João Doria (SP)

Os governadores Eduardo Leite (RS) e João Doria (SP)

Ueslei Marcelino/Reuters - 21.11.2021

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), negou as acusações feitas pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), de que teria comprado votos nas prévias do partido para as eleições de 2022. Ao lado do ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto, os dois disputam quem será o candidato do PSDB no pleito presidencial.

“Não houve compra de votos, nenhuma irregularidade. E se tivesse havido, denuncia-se, comprova-se demonstra-se. Se houvesse, o candidato teria formulado da maneira correta para a devida investigação”, ponderou Doria, em coletiva à imprensa nesta terça-feira (23).

A acusação de compra de votos foi feita por Eduardo Leite na segunda-feira (22). “Do outro lado [de Doria], nós vemos isso. Nós vemos, sim, compra de votos, estamos vendo denúncias de pressões indevidas, suspensão de filiações, demissão de pessoas que não apoiam”, afirmou o governador gaúcho.

Para Doria, no entanto, as falas de Leite foram feitas ao acaso. “É normal colocações dessa natureza em um processo de prévias, onde a temperatura cresce. Mas colocações feitas ao sabor e ao calor de uma prévia preferimos não levar em consideração”, disse.

Apesar das falas de Leite, Doria elogiou o colega do Rio Grande do Sul. “O Eduardo é um bom governador do estado do Rio Grande do Sul, nosso companheiro, nós o respeitamos. Ele não é nosso inimigo. É uma pessoa por quem nós temos respeito. Ele está na sua luta. É normal que ele busque sua conquista, o seu espaço.”

Ex-prefeito critica

Na mesma linha de Doria, Arthur Virgílio ponderou que Leite deveria ter sido mais consciente antes de acusar o governador de São Paulo de fraudar as prévias. “Tenho horror a fraude. Gosto quando provam que teve, mas falar ao ar, ao vento, não é a melhor coisa”, opinou.

Apesar disso, ele elogiou o governador do Rio Grande do Sul e disse que ele terá um grande futuro político. “Tenho a impressão de que o tempo vai preparar o governador Leite para outros momentos, para ele ir com mais certeza nas coisas. Pessoas disputando eleição perdem a cabeça. Mas entendo que é dever do PSDB não desistir do governador Leite. O tenho como um quadro privilegiadamente futuroso.”

Últimas