Brasília Justiça do DF tem segundo dia de expediente suspenso após suposto ataque hacker

Justiça do DF tem segundo dia de expediente suspenso após suposto ataque hacker

O site da corte também permanece fora do ar; a possível tentativa de invasão teria ocorrido no último domingo (31)

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Divulgação

Sob suspeita de ter sofrido um ataque hacker, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) suspendeu o expediente da corte pelo segundo dia. O órgão também não funcionou na última segunda-feira (1). A provável tentativa de invasão nos sistemas da corte aconteceu na madrugada de domingo (31).

Reprodução / TJDFT

Por nota, o tribunal informou que profissionais estão fazendo um trabalho "de análise técnica minuciosa na rede". Além disso, especialistas em cibersegurança da Microsoft estão auxiliando na ação. A paralisação dos serviços atinge o primeiro e o segundo grau de jurisdição do TJDFT.

Segundo o tribunal, "a equipe técnica segue trabalhando de forma ininterrupta, a fim de restabelecer os serviços o mais rápido possível, priorizando os sistemas judiciais e os acessos externos". Quem entra no site encontra mensagens sobre a suspensão dos trabalhos na segunda e na terça e uma mensagem sobre uma possível "atividade maliciosa".

" O TJDFT informa que foi detectada uma atividade maliciosa no acesso ao datacenter na madrugada de domingo. As equipes de cibersegurança do Tribunal realizaram contenções de forma a preservar os sistemas judiciais e administrativos, e todas as suas bases de dados", afirma o texto.

Nesta segunda, a assessoria de imprensa do TJDFT informou que se a corte detectar uma tentativa de ataque hacker, vai acionar a Polícia Civil para responsabilizar os suspeitos.

Últimas