Brasília Ministro interino do GSI diz que vai tornar públicas todas as imagens do 8 de Janeiro

Ministro interino do GSI diz que vai tornar públicas todas as imagens do 8 de Janeiro

Material solicitado será enviado ao STF, de acordo com Ricardo Cappelli; vazamento de vídeo derrubou o ministro Gonçalves Dias

  • Brasília | Hellen Leite, do R7, em Brasília

Ricardo Cappelli durante discurso no BNDES

Ricardo Cappelli durante discurso no BNDES

Fernando Frazão/Agência Brasil - 15.02.2023

Chefe interino do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, disse nesta sexta-feira (21) que vai tornar públicas todas as imagens dos atos de vandalismo do 8 de Janeiro. Segundo ele, o material também será enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

"Continuaremos trabalhando no GSI amanhã [sábado (22)], a partir das 9h, para dar cumprimento às determinações do ministro Alexandre de Moraes. Enviaremos ao STF [Supremo Tribunal Federal] o material solicitado e tornaremos públicas todas as imagens do dia 8/1", comentou nas redes sociais.

Nessa quinta (20), Cappelli também informou que enviou ao STF dados de servidores que estavam no Palácio do Planalto no momento da invasão pelos vândalos.

Imagens que mostram o ex-ministro Gonçalves Dias no Palácio do Planalto em 8 de janeiro causaram uma crise na cúpula do governo e motivaram o pedido de demissão do general. Ele prestou depoimento à Polícia Federal nesta sexta e afirmou não ter "nenhuma responsabilidade" no episódio de depredação da sede do Executivo.

Vídeos do circuito de segurança do Planalto

Gravações mostram o ex-ministro andando entre os invasores, sem esboçar nenhuma reação. As imagens também sugerem que servidores do GSI à época teriam facilitado a ação dos vândalos. Em alguns vídeos, agentes aparecem oferecendo água aos extremistas.

Últimas