Brasília MPDFT convoca força-tarefa para combater varíola do macaco 

MPDFT convoca força-tarefa para combater varíola do macaco 

Representantes da Saúde participaram do encontro para debaterem melhor direcionamento ao atendimento à população  

  • Brasília | Do R7

Criança com lesões cutâneas, que são uma marca da doença

Criança com lesões cutâneas, que são uma marca da doença

Divulgação/CDC (Centros para Controle e Prevenção de Doenças) dos EUA

A força-tarefa de enfrentamento à Covid-19 do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) se reuniu com representantes da Secretaria de Saúde (SES-DF) para discutir questões de saúde pública. O objetivo da reunião foi para encontrar um melhor direcionamento para atender à população do DF em relação à varíola do macaco.

"É necessário o esclarecimento da população sobre os sintomas e as formas de acompanhamento da doença. Sabe-se que, no Distrito Federal, já existe transmissão comunitária", ressaltou o MPDFT.

A reunião aconteceu na última quarta-feira (10), com a presença da nova titular da pasta da saúde, Lucilene Florêncio. Durante o encontro, foi discutido a viabilização de cirurgias de emergência, que concentra mais de 25 mil pessoas na fila de espera, as providências para a diminuição da transmissão do vírus da Covid e o combate e prevenção a varíola do macaco.

O coordenador da força-tarefa e procurador de Justiça, Eduardo Sabo, reforçou a importância do atendimento precoce e isolamento das pessoas que forem infectadas. "O sistema de saúde pública precisa estar preparado para dar o correto encaminhamento dos contaminados pela nova varíola. Além disso, a população precisa estar atenta aos primeiros sinais para que o índice de transmissão seja controlado."

Entenda a doença

A varíola do macaco é uma doença viral que é transmitida pelo contato pessoal com secreções ou com as lesões do infectado. Os sintomas são febre, dor de cabeça, dor no corpo e lesões cutâneas semelhantes às da catapora. Ainda não existe tratamento específico e a incubação pode ser de uma a duas semanas, chegando até a 21 dias.

Últimas