Brasília Pais de bebê morto com ferimento na cabeça estavam bêbados, diz PM

Pais de bebê morto com ferimento na cabeça estavam bêbados, diz PM

Eles demonstraram frieza ao saber da morte, informou polícia; mãe chegou a abrir cerveja dentro da viatura a caminho da delegacia

  • Brasília | Ribas Martins, da Record TV, e, Karla Beatryz*, do R7, em Brasília

Os pais da criança morta foram levados para a 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte)

Os pais da criança morta foram levados para a 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte)

Web/Reprodução

Os pais da criança de 1 ano e meio que morreu devido a um traumatismo craniano, no último sábado (21), em Samambaia Sul, no Dsitrito Federal, não apresentaram comoção, foram frios, segundo a Polícia Militar do DF. A menina não resistiu aos ferimentos após dar entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da região. Ela foi levada ao hospital pelo pai, que estava bêbado e utilizava uma tornozeleira eletrônica.

Funcionários da UPA acionaram a PM depois de notarem que o pai da bebê estava alcoolizado e usava a tornozeleira. Segundo o policial que acompanhou o caso, o homem contou diferentes histórias sobre como a menina se feriu. Em uma das versões, ele disse que estava com a mãe da criança. A mulher foi encontrada também embriagada e não reagiu após ser informada sobre a morte da filha. “Ela não apresentou uma comoção condizente de uma mãe”, afirmou o militar.

A Polícia Civil investiga como a criança se feriu. Os pais são os suspeitos da agressão. Eles foram encaminhados para a 26º Delegacia de Polícia (Samambaia Norte), onde foram autuados por violência infantil. A mãe chegou a abrir uma cerveja e a beber dentro do carro da polícia durante o trajeto até a delegacia.

Segundo a PM, o pai da criança tem ficha criminal que inclui violência doméstica, posse ilegal de arma e ameaças à mulher. A mãe não tinha passagens pela polícia.

*Estagiária sob supervisão de Fausto Carneiro.

Últimas