Brasília Paulo Dantas é eleito governador-tampão de Alagoas

Paulo Dantas é eleito governador-tampão de Alagoas

Chapa conta com José Wanderley Neto como vice-governador. Os vencedores ficarão no cargo até o dia 31 de dezembro

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Paulo Dantas foi eleito governador-tampão de Alagoas

Paulo Dantas foi eleito governador-tampão de Alagoas

Reprodução

A Assembleia Legislativa de Alagoas elegeu, neste domingo (15), Paulo Dantas e José Wanderley Neto como governador e vice-governador do estado para um mandato-tampão. Os eleitos receberam 21 votos – a Casa tem, ao todo, 27 parlamentares.

A eleição de Dantas foi uma vitória do grupo político do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que comanda o estado desde 2015, e uma derrota para o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), que faz oposição ao governo estadual.

“Não haverá retrocesso. Obrigado a todos que acreditaram em uma Alagoas 100%. Os alagoanos merecem e terão o meu melhor”, disse nas redes sociais o governador eleito. Os vencedores ficarão no cargo até o dia 31 de dezembro. Em 1º de janeiro tomarão posse o governador e o vice eleitos nas eleições de outubro deste ano.

Eleições indiretas

A eleição deveria ter ocorrido na Assembleia Legislativa em 2 de maio, após autorização do TJAL (Tribunal de Justiça de Alagoas). No entanto, por meio de liminar, o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Luiz Fux, suspendeu o pleito até que o relator do caso, Gilmar Mendes, se manifestasse.

Mendes liberou o pleito, mas com mudanças. O magistrado determinou que os candidatos concorram em chapa única para governador e vice-governador. No formato anterior, havia abertura para candidaturas isoladas a cada cargo. O ministro havia ordenado, ainda, a imediata reabertura do prazo para inscrição no pleito eleitoral.

Na última sexta-feira (13), o ministro Nunes Marques pediu vista, ou seja, mais tempo para analisar o processo, e suspendeu o julgamento sobre as eleições indiretas para o Governo de Alagoas. O pedido, porém, não interrompeu a eleição deste domingo.

O pleito indireto foi marcado após o ex-governador Renan Filho (MDB) ter renunciado ao cargo de chefe do Executivo local para concorrer ao Senado.

Vice na chapa de Renan Filho, eleito em 2018, Luciano Barbosa (MDB) deixou o cargo ao ser eleito prefeito da cidade de Arapiraca, em 2020. Próximo na linha sucessória, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Victor (MDB), recusou-se a assumir, pois também disputará o pleito deste ano.

Antes da eleição deste domingo, o cargo de governador era ocupado pelo desembargador Klever Loureiro, presidente do Tribunal de Justiça.

Últimas