Brasília Secretário descarta volta do uso obrigatório máscaras no DF

Secretário descarta volta do uso obrigatório máscaras no DF

Taxa de transmissão segue acima de 1, o que indica que a pandemia está avançando; jovens representam 50% dos pacientes

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Teste rápido swab nasal para detecção de Covid-19

Teste rápido swab nasal para detecção de Covid-19

Myke Sena/MS - 7.1.2022

O Secretário de Saúde do Distrito Federal, Manoel Pafiadache, descartou que o governo pretenda editar novo decreto de obrigatoriedade do uso de máscaras. De acordo com Pafiadache, o Executivo está acompanhando o avanço da pandemia no DF e não vê a necessidade do retorno do item. A fala ocorreu durante a coletiva de imprensa da pasta para tratar das ações contra a Covid-19 e contra a dengue.

Pafiadache respondia a um questionamento sobre o aumento da taxa de transmissão do vírus na capital. O indicador acima de 1 aponta para o avanço da contaminação. Atualmente, a taxa está em 1,3, que significa que cada 100 pessoas com Covid-19 passam o vírus para outras 130, em média.

"Não estamos pensando no momento nisso [na volta da obrigatoriedade do uso de máscaras]. Já estamos há dois dias com a taxa decrescendo. Vamos aguardar. Estamos observando. Não estamos eliminando esse procedimento, só não estamos visualizando a possibilidade", afirmou o secretário.

Segundo o secretário, 50% dos pacientes com Covid-19 estão na faixa etária de 20 a 49 anos. "No começo da vacinação, contamos com os jovens e eles se apresentaram. Mas, agora, está na hora de retornar para completar a vacinação. Muitos não se vacinaram, muitos só tomaram a primeira dose, e muitos estão em condição de tomar a 1ª dose de reforço", ressaltou Pafiadache.

Dengue

Sobre a dengue, a doença chegou ao pico e a expectativa da secretaria é que o número de casos comece a diminuir nas próximas semanas. O secretário voltou a afirmar que cerca de 90% dos focos do Aedes aegypti estão em residências, e pediu para a população contribuir com o combate.

De acordo com o secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Pedro Zancanaro, o DF soma, nesta quinta-feira (19), 37.677 casos. Ele destacou que a capital recebeu 10 mil testes de dengue nesta semana e tem a expectativa de receber outros 30 mil até o fim do mês.

Últimas