Brasília Senado aprova autorização de empréstimo de US$ 40 milhões para Maceió 

Senado aprova autorização de empréstimo de US$ 40 milhões para Maceió 

O recurso, equivalente a R$ 206,4 milhões, sairá de um fundo financeiro e será usado para conter os danos causados pelo afundamento de uma mina

  • Brasília | Hellen Leite, do R7, em Brasília

Capital alagoana está em estado de emergência

Capital alagoana está em estado de emergência

REUTERS/Jonathan Lins

O Senado aprovou nesta terça-feira (5) uma autorização de empréstimo para Maceió (AL) no valor de US$ 40 milhões, o equivalente a R$ 206,4 milhões. O recurso será financiado pelo Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia da Prata (Fonoplata). A autorização ocorre no momento em que a cidade está em estado de emergência devido às consequências do desastre causado pelo rompimento de uma das minas de sal-gema exploradas pela empresa Braskem.

O relator da autorização, senador Rodrigo Cunha (Podemos-AL), afirmou que os recursos serão usados para a prevenção de catástrofes e a estabilização das encostas. A exploração de sal-gema pela empresa causou instabilidade no solo, que já cedeu 1,77 m e afunda à velocidade de 0,25 cm por hora. Até o momento, mais de 55 mil pessoas tiveram que deixar a região da lagoa Mundaú, no bairro do Mutange.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

O pedido foi encaminhado pelo vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, na última sexta-feira (1º), e foi recebido em mãos por Cunha. "Estive pessoalmente com o presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, que deu celeridade a todas as medidas solicitadas e encaminhou a mensagem 94/2023 ao Senado", afirmou o senador.

Cunha também esteve reunido com o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, e o ministro do Turismo, Celso Sabino, em busca de medidas desde o fim de novembro, quando a Defesa Civil decretou alerta máximo devido ao risco de colapso do solo na cidade.

O município permanece em alerta máximo diante do risco iminente de colapso da mina. A área foi evacuada, e a orientação é que a população não transite na região, em razão do deslocamento do subsolo causado pela extração de sal-gema, substância utilizada na produção de soda cáustica e policloreto de vinila (PVC).

US$ 30 milhões para Itabuna (BA)

Na mesma sessão, o Senado também aprovou a autorização para que o município de Itabuna, na Bahia, tome um empréstimo no valor de US$ 30 milhões do Fonoplata. O recurso será usado para financiar o sistema de esgoto e infraestrutura da cidade.

Últimas