Brasília Sumiço de indigenista e jornalista chega ao 10º dia; veja fotos das buscas

Sumiço de indigenista e jornalista chega ao 10º dia; veja fotos das buscas

Bruno Pereira e Dom Phillips foram vistos pela última vez no dia 5 deste mês após deixarem a comunidade ribeirinha São Rafael (AM)

  • Brasília | Rossini Gomes, do R7, em Brasília

Cartaz exibido durante protesto no Rio de Janeiro que exigiu intensificação das buscas

Cartaz exibido durante protesto no Rio de Janeiro que exigiu intensificação das buscas

Agência Estado

O desaparecimento do indigenista brasileiro Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips na Amazônia chegou ao décimo dia nesta terça-feira (14). Ao longo desse período, um suspeito foi preso, material orgânico aparentemente humano e objetos pessoais dos dois profissionais foram encontrados, o presidente Jair Bolsonaro (PL) falou em indícios de "maldade", indígenas da região e em Brasília e parentes e amigos em Londres e no Rio de Janeiro protestaram em favor da intensificação das buscas e houve até confirmação à família por parte da Embaixada do Brasil no Reino Unido de que os corpos teriam sido localizados – informação negada pela Polícia Federal, que segue com agentes fazendo buscas na região.

Veja fotos da operação de buscas aos dois:

Relembre o caso

Bruno Pereira e Dom Phillips estão desaparecidos desde o último dia 5, quando deixaram a comunidade ribeirinha São Rafael. Eles deveriam ter chegado na tarde do mesmo dia à cidade de Atalaia do Norte, no Amazonas, mas não foram mais vistos após entrarem no barco que utilizaram. No dia seguinte, a Coiab (Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira) informou que os dois estavam desaparecidos havia mais de 24 horas.

Últimas