Brasília Suspeito de vender pacotes falsos de viagem é preso na Paraíba  

Suspeito de vender pacotes falsos de viagem é preso na Paraíba  

Vitor Hugo causou prejuízos de mais de R$ 92 mil e foi preso na casa do pai dele, em João Pessoa; ele tem 27 passagens pela polícia

  • Brasília | Priscila Mendes, do R7, em Brasília

Vitor Hugo acumula 27 passagens pela polícia por crimes praticados desde 2014

Vitor Hugo acumula 27 passagens pela polícia por crimes praticados desde 2014

PCDF/Divulgação

A PCDF (Polícia Civil do Distrito Federal) prendeu, na manhã desta terça-feira (21), um homem suspeito de aplicar golpes na venda de pacotes de viagem no DF e causar um prejuízo de mais de R$ 92 mil às vítimas. Vitor Hugo Freitas Vieira foi preso quando estava de férias em João Pessoa, na Paraíba, em uma ação coordenada pela 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) com a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Paraíba.

Desde 2014, o acusado acumula 22 boletins de ocorrência, sendo que 16 deles envolvem estelionato. Ele praticava os crimes na empresa Viajar Mais Turismo, da qual era dono, e oferecia tarifas baixas na venda dos pacotes. Os clientes só percebiam o golpe quando não conseguiam embarcar ou se hospedar nos hotéis inclusos nos contratos firmados. 

As investigações mostram que, ao perceberem o golpe, as vítimas até conseguiam entrar em contato com Vitor Hugo, mas, para tentar ganhar tempo e não ser denunciado, ele apresentava aos clientes lesados inúmeras desculpas e falsas promessas de ressarcimento do prejuízo causado. 

Segundo a PCDF, a expectativa é que Vitor Hugo seja transferido para o DF somente em janeiro. Caso condenado, ele pode pegar de um a cinco anos de prisão por cada crime de estelionato cometido. 

Casal e famílias

O inquérito apurado pela 38ª DP constatou que, no mês de agosto deste ano, ele chegou a vender um pacote de viagem a um casal com data de embarque para o mês seguinte. Após o pagamento de R$ 12 mil, a viagem não aconteceu e as vítimas ficaram no prejuízo. 

Em outubro, o R7 já havia mostrado a história de um grupo de 35 pessoas que sofreu um golpe de Vitor Hugo no valor de aproximadamente R$ 60 mil. 

Últimas