Educação Inscrições abertas para bolsa de estudos da Fundação Estudar

Inscrições abertas para bolsa de estudos da Fundação Estudar

Além do auxílio financeiro, jovens selecionados para o programa passam a fazer parte da Comunidade de Líderes

Último mês para inscrições no programa de bolsas de estudo da Fundação Estudar

Deputada Tabata Amaral participou de programa

Deputada Tabata Amaral participou de programa

Alexandre Amarante/Divulgação

Jovens interessados em obter bolsas de estudos do Programa de Líderes da Fundação Estudar têm até o dia 1º de abril para realizar as inscrições. Para se candidatar, basta ter entre 16 a 34 anos, estar matriculado, em processo de aceitação ou cursando o ensino superior em uma das quatro categorias de bolsa: graduação completa no Brasil, intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma no exterior, graduação completa no exterior e pós-graduação no exterior. O programa tem o objetivo de despertar o potencial de estudantes promissores e com projetos com potencial de mudar o país.

Os critérios de avaliação são observados pela organização por meio de excelência acadêmica e profissional, alto potencial intelectual, competências como liderança, empreendedorismo, proatividade, criatividade, ética e gosto por desafios. A fundação ainda leva em conta ideias inovadoras e transformadoras.

Mais do que o apoio financeiro, o principal benefício para os selecionados é fazer parte da Comunidade de Líderes Estudar — rede de talentos da organização que tem como missão contribuir para grandes transformações no Brasil em diferentes setores de impacto socioeconômico, fazendo a diferença na vida da população e, consequentemente, de todos os brasileiros.

É o que fez a paulistana Tábata Amaral. Nascida na periferia de São Paulo, filha de uma costureira e um cobrador de ônibus, se tornou deputada federal no ano passado. Aluna excepcional durante o ensino público, obteve apoio da Fundação Estudar e chegou até a Universidade de Harvard. Junto com outros dois líderes, criou o projeto “Mapa da Educação”. A iniciativa teve mentoria da Estudar e tem a missão de levar educação de qualidade para todos os brasileiros.


Outro exemplo de líder que faz parte dessa rede é Felipe Rigoni. Formado em engenharia, Felipe se tornou, no ano passado, o primeiro deputado federal com deficiência visual na história do Brasil. Ele perdeu a visão aos 15 anos, após 17 cirurgias e continuou batalhando nos estudos. Com a Fundação Estudar fez mestrado em Políticas Públicas na Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Além de novos políticos, a Fundação Estudar também já contribuiu com a formação de engenheiros que desenvolveram meias para evitar infecções em amputados, corações artificiais e ações que facilitaram o acesso à Cultura. Assim como esses jovens, os futuros líderes do processo seletivo da edição de 2019 também terão acesso a mentoria, networking com grandes líderes e participação garantida em programas de desenvolvimento pessoal e profissional oferecidos pela instituição.

“Nosso intuito é dar todo o suporte necessário para alavancar a carreira de pessoas com ideias que transformam o país e inspiram milhares de jovens a perseguirem sonhos e buscarem oportunidades com impacto. Os nossos bolsistas fazem parte de uma rede especial, que é referência em diversos setores de atuação”, explica Leonardo Gomes, responsável pela seleção do programa.

Os interessados devem fazer a inscrição pelo site: https://bit.ly/2Fi5mUX

Sobre a Fundação Estudar

A Fundação Estudar é uma organização sem fins lucrativos que acredita que o Brasil será um país melhor se tivermos mais jovens determinados a seguir uma trajetória de impacto. Criada em 1991, a instituição tem como objetivo disseminar uma cultura de excelência e alavancar os estudos e a carreira de universitários e recém-formados por meio da formação
de uma comunidade de líderes, do estímulo à experiência acadêmica no exterior e do apoio à tomada de decisão de carreira. Mais informações: www.estudar.org.br.

Sobre o Programa de Líderes

Criado no mesmo período que a Fundação Estudar, o Programa de Líderes já formou mais de 600 lideranças em todo o país. A organização oferece bolsas de estudos em cursos de graduação no Brasil e intercâmbios acadêmicos no exterior. Muitos deles se tornaram referência nas áreas da Ciência, Econômica, Política, Educação, entre outros setores que influenciam diretamente o desenvolvimento socioeconômico do país.