Eleições 2022 Fundação internacional vai acompanhar as eleições do Brasil

Fundação internacional vai acompanhar as eleições do Brasil

A instituição é especialista em temas eleitorais e tecnologia; equipe técnica vai visitar o Brasil nas próximas semanas 

  • Eleições 2022 | Paloma Castro*, do R7, em Brasília

Comitiva do TSE em reunião com o IFES, na Virgínia

Comitiva do TSE em reunião com o IFES, na Virgínia

Divulgação/TSE

A equipe técnica da Fundação Internacional para Sistemas Eleitorais (IFES) vai acompanhar as eleições deste ano no Brasil . O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Edson Fachin, participou de uma reunião com os representantes da fundação na última quinta-feira (7), em Arlington, na Virgínia, nos Estados Unidos. 

A instituição é especialista em temas eleitorais e tecnologia eleitoral. Na ocasião, Fachin reafirmou a seguridade e transparência das urnas eletrônicas e que a Justiça Eleitoral brasileira é confiável. 



Segundo o presidente da IFES, Anthony Banbury, um grupo de peritos de informática devem visitar o Brasil para conhecer pessoalmente os sistemas eletrônicos de votação e totalização nas próximas semanas. 

Presidente do TSE com comitiva brasileira e representantes do IFES

Presidente do TSE com comitiva brasileira e representantes do IFES

Divulgação/TSE


Essa vai ser primeira vez que as Missões de Observação Eleitoral de diferentes países acompanharão simultaneamente o primeiro e o segundo turno no Brasil.

“Paz e segurança nas eleições”

O presidente do TSE disse que o atual lema do tribunal é “paz e segurança nas eleições”, e que a Justiça Eleitoral instaurou a Comissão da Transparência Eleitoral e o Observatório de Transparência das Eleições para reforçar a transparência, a publicidade e a segurança de todas as fases das eleições.

Durante a reunião, Fachin expôs os dados sobre o aprimoramento brasileiro do processo eleitoral. O ministro também divulgou a parceria com mais de 150 instituições, entre agências de checagem, plataformas sociais e partidos políticos, para trabalharem no enfrentamento da desinformação em período eleitoral.

*Estagiária sob supervisão de Fausto Carneiro.

Últimas