Eleições 2022 Ronaldo Caiado, governador reeleito em Goiás, declara apoio a Jair Bolsonaro

Ronaldo Caiado, governador reeleito em Goiás, declara apoio a Jair Bolsonaro

Governador goiano do União Brasil deve se encontrar com o presidente da República na quinta-feira (6) em Brasília

  • Eleições 2022 | Do R7, em Brasília

Ronaldo Caiado e Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada em 2021

Ronaldo Caiado e Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada em 2021

Antonio Cruz/Agência Brasil - 24.12.2021

Reeleito em Goiás, o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) decidiu apoiar o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição. O anúncio foi feito em uma reunião virtual com parlamentares goianos nesta quarta-feira (5), mas o apoio deve ser oficializado na quinta-feira (6) em Brasília, onde o governador se encontra com o atual chefe do Executivo. 

Caiado se junta a outros governadores eleitos em primeiro turno que anunciaram apoio ao presidente. Desde a segunda-feira (3), sete, além de Caiado, afirmaram que estarão com Bolsonaro: Ibaneis Rocha (MDB), reeleito no Distrito Federal; Ratinho Júnior (PSD), no Paraná; Romeu Zema (Novo), em Minas Gerais; Cláudio Castro (PL), no Rio de Janeiro; Gladson Cameli (PP), no Acre; Mauro Mendes (União Brasil), em Mato Grosso; e Antonio Denarium (PP), em Roraima.

União Brasil

Em meio a divergências, o presidente do União Brasil, Luciano Bivar, fez um pronunciamento nesta quarta-feira liberando a bancada e os diretórios para apoiar Jair Bolsonaro (PL) ou Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno das eleições presidenciais.

"Em respeito à democracia intrapartidária, a direção decide liberar os diretórios e filiados para que sigam seus caminhos no segundo turno das eleições presidenciais e estaduais", disse.

Durante a coletiva, no diretório do União Brasil, Bivar evitou falar seu posicionamento sobre o segundo turno. "Estou aqui representando o União Brasil", comentou.

Apoio de governadores, senadores e da frente do agro

Nesta quarta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro recebeu o apoio da frente parlamentar do agronegócio. O anúncio foi feito após uma reunião do chefe do Executivo com deputados e senadores no Palácio da Alvorada.

“O agro é orgulho nacional. Conversamos mais sobre as questões do campo e de nossa responsabilidade para a segurança alimentar do Brasil e do mundo, o quanto crescemos ao longo desses quatro anos e o quanto ainda poderemos crescer, trazendo divisas e alimentos mais baratos para o Brasil. Muito obrigado à bancada do agro. Se Deus quiser, conseguirei a reeleição para continuarmos no caminho da prosperidade”, disse Bolsonaro.

A senadora eleita Tereza Cristina (PP-MS), ex-ministra da Agricultura, disse que o governo Bolsonaro foi importante para o agronegócio e que o setor só tende a ganhar caso ele seja reeleito ao Palácio do Planalto.

Últimas