Bulgária confirma presença de carne de cavalo em lasanhas

Fraude já atingiu pelo menos 15 países da Europa

Muitos pratos processados foram retirados das prateleiras em 15 países da Europa e em Hong Kong

Muitos pratos processados foram retirados das prateleiras em 15 países da Europa e em Hong Kong

REUTERS/Pascal Lauener

A Bulgária confirmou nesta quinta-feira (21) a presença de carne de cavalo não declarada em lasanhas à bolonhesa retiradas de circulação no sábado de uma importante rede de supermercados.  

"Dois testes deram positivo sobre a presença de carne de cavalo, respectivamente, com um conteúdo de 80% e 50%. A análise foi realizada pelo Instituto de Qualidade dos Alimentos em Berlim", anunciou a Agência governamental búlgara de segurança dos alimentos.  

"Foram tomadas medidas para destruir os 86 kg de lasanhas à bolonhesa" retiradas da venda no sábado, acrescentou a Agência, sem informar em que rede de supermercados o produto foi encontrado, nem qual empresa o elaborou.  

Três detidos por fraude da carne de cavalo são libertados no Reino Unido  

Escândalo da carne de cavalo faz com que europeus temam descontrole alimentar

A agência também anunciou que enviou cinco amostras adicionais de outros produtos para analisá-los em laboratórios europeus.  

O consumo de carne de cavalo não forma parte da tradição culinária búlgara.  

Muitos pratos processados foram retirados das prateleiras em 15 países da Europa e em Hong Kong.

O que acontece no mundo passa por aqui

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia