Minas Gerais Alunos protestam contra professora que teria ofendido estudante negro

Alunos protestam contra professora que teria ofendido estudante negro

Cerca de 80 pessoas compareceram à portaria da PUC Minas, em BH, onde a docente teria insultado um estudante sobre seu cabelo; instituição apura 

Estudantes se reuniram em frente à portaria da PUC Minas

Estudantes se reuniram em frente à portaria da PUC Minas

Reprodução / Vanessa Viana

Estudantes universitários fizeram uma manifestação em frente à portaria da PUC (Pontifícia Universidade Católica) Minas, na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, para denunciar uma professora que teria cometido um ato de racismo dentro de sala de aula.

Os alunos se reuniram depois que uma gravação com insultos da docente da instituição ao estudante da UFMG Caíque Belchior Henrique ter sido publicada na internet.

“Vai trabalhar. Tira esse chinelo e vai ralar. Corta esse cabelo, vê se lava que tá um fedor danado”. As ofensas da professora teriam sido dirigidas ao estudante do curso de Psicologia da UFMG, que é negro, e que foi à instituição para divulgar um congresso.

Segundo Caíque, a atitude da professora foi racista. 

— Eu organizei o ato com o objetivo de organizar a indignação dos alunos. Primeiro eu pensei em só fazer uma reclamação na coordenação do curso. Mas, depois que o áudio foi publicado, eu percebi que os alunos estavam indignados e que era necessário uma manifestação. Para chamar a atenção e exigir da universidade que ela tome alguma providência.

O ato foi organizado pelo aluno da UFMG, por meio de suas redes sociais. A reunião aconteceu na rua em frente ao prédio da Faculdade de Medicina Veterinária, da PUC Minas. 

Posicionamento

Por meio de nota, a PUC Minas, informou que o Colegiado de Curso de Veterinária está apurando os fatos junto aos envolvidos para tomar as devidas providências.

— Em relação ao episódio que teria ocorrido na PUC Minas Praça da Liberdade, em que alunos alegam que uma professora, em sala de aula, teria agredido verbalmente um estudante que se disse ligado a União Nacional dos Estudantes (UNE), informamos que o Colegiado do Curso em questão está apurando os fatos junto aos envolvidos para tomar as devidas providências.

* Estagiária do R7 sob supervisão de Lucas Pavanelli