Minas Gerais Após vistoria em foguete, Blue Origin adia voo que vai levar brasileiro ao espaço

Após vistoria em foguete, Blue Origin adia voo que vai levar brasileiro ao espaço

Empresa do bilionário Jeff Bezos diz que sistemas não estavam funcionando como esperado; nova data ainda não foi marcada

  • Minas Gerais | Da AFP, com R7

Brasileiro já estava nos Estados Unidos

Brasileiro já estava nos Estados Unidos

Reprodução/Instagram

A empresa americana Blue Origin adiou o voo que iria levar o engenheiro brasileiro Victor Correa Hespanha ao espaço na sexta-feira (20), após a detecção de problemas técnicos nas verificações finais do foguete New Shepard. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18).

"Durante nossas verificações finais do veículo, notamos que um dos sistemas de segurança do New Shepard não estava funcionando como esperado", disse a empresa do bilionário Jeff Bezos em um comunicado, sem dar mais detalhes. 

"Por pura precaução, adiaremos a decolagem", informou a empresa. Uma nova data para o lançamento, programado para ocorrer no oeste do Texas, ainda não foi anunciada.

Entre os passageiros está o engenheiro Victor Correa Hespanha, de Belo Horizonte, que será o segundo brasileiro a visitar o espaço. Ele ganhou a viagem ao comprar uma NTF, uma criptoarte.

A tripulação também conta com a engenheira Katya Echazarreta, a primeira mulher nascida no México a ir ao espaço.

Echazarreta, que também se tornará a mais jovem cidadã americana a cruzar a fronteira final, foi patrocinada pelo programa Space for Humanity, que visa a democratizar o acesso ao espaço.

O preço que os turistas espaciais pagaram pela viagem, que dura apenas cerca de dez minutos, é desconhecido.

O próprio Bezos participou do primeiro voo tripulado do New Shepard, em julho de 2021. Desde então, o foguete também transportou o ator William Shatner, o icônico Capitão Kirk da série Star Trek.

Últimas