Minas Gerais Belo Horizonte testa pagamento de ônibus por aproximação do celular

Belo Horizonte testa pagamento de ônibus por aproximação do celular

Recarga poderá ser feita por meio de boleto ou cartão de crédito, usando um aplicativo para os smartphones; veja como testar

  • Minas Gerais | Kiuane Rodrigues, da Record TV Minas

A Transfácil, consórcio que opera parte do transporte de em Belo Horizonte, começou a testar, nesta segunda-feira (22), um aplicativo que permite que os usuários paguem a passagem de ônibus usando o celular.

Neste primeiro momento, o aplicativo está disponível apenas no sistema Android e para usuários selecionados. O pagamento da passagem será feito por meio de uma carteira digital e o passageiro pode optar pelo cartão de crédito, débito ou boleto bancário. No fim, basta o usuário aproximar o celular do validador para que a catraca seja liberada.

Créditos são pagos por cartão ou por boleto

Créditos são pagos por cartão ou por boleto

Reprodução / Record TV Minas

Além de facilitar a vida de passageiros e motoristas de ônibus, a novidade pode contribuir na redução da circulação do dinheiro físico, evitando uma possível contaminação pela covid-19. No Brasil, o sistema já é utilizado no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Os testes em Belo Horizonte são realizados na linha 2152 (Salgado Filho/Cruzeiro) e nas estações do Move Tupinambás e Espírito Santo. O período experimental vai até o dia 22 de março e quem quiser participar do teste pode se cadastrar no site da Transfácil.

Ônibus por app

No fim do ano passado, a Transfácil iniciou os testes do serviço de ônibus sob demanda. O sistema funciona de forma parecida com os aplicativos de corrida e o passageiro paga o mesmo valor de uma passagem normal de ônibus. Os testes são realizados na Estação São Gabriel, com viagens para as regionais Norte, Nordeste e Pampulha.

Últimas