Minas Gerais BH testa sistema de transporte coletivo sob demanda e por app

BH testa sistema de transporte coletivo sob demanda e por app

Usuário solicita a viagem por app e motorista busca o passageiro no ponto de ônibus escolhido; testes estão sendo realizados na Estação São Gabriel

A Transfácil, consórcio das empresas que opera om transporte coletivo de Belo Horizonte, está testando um novo serviço de ônibus sob demanda, em que o passageiro solicita viagem por meio de um aplicativo.

A novidade está sendo oferecida, por enquanto, apenas na Estação São Gabriel, e com viagens para as regionais Norte, Nordeste e Pampulha. A passagem custa R$ 3,15, mesmo valor das linhas alimentadoras e circular, e pode ser paga com o cartão BHBus.

O sistema é parecido com o dos aplicativos de corrida tão populares no mundo todo. Você faz o cadastro e solicita a viagem. O motorista é avisado da corrida por um tablet presente no interior do ônibus e se dirige até onde o passageiro está.

Veja: Prefeitura de Belo Horizonte amplia horário de circulação dos ônibus

O motorista tem autonomia para escolher o caminho mais rápido e pode receber chamados de outros usuários que solicitarem um transporte na mesma rota.

Recepção

Usuários da Estação São Gabriel receberam o convite para testar o sistema com certa ansiedade. O analista Adão Augusto foi um dos convidados, que logo baixou o aplicativo e solicitou uma viagem. Ele fala sobre a expectativa pelo lançamento oficial do sistema.

— Isso é muito importante para a população. Eu fico muito satisfeito em saber que a situação está evoluindo.

Ônibus sob demanda já estão sendo testados em BH

Ônibus sob demanda já estão sendo testados em BH

Reprodução / Record TV Minas

Os moradores de alguns bairros das regiões Norte, Nordeste e Pampulha podem participar do teste até o dia 11 de dezembro. O diretor da Transfácil, Rodrigo Lara, conta que o teste conta com 50 pontos de ônibus cadastrados, mas o número pode aumentar.

— Se chegar em alguma rua que a gente não viu ainda ou algum lugar que dá para o ônibus ir, nós iremos colocar. Nós buscamos fazer com que o usuário ande o menos possível e que o sistema tenha o melhor alcance possível.

Segundo a Transfácil, ainda não há uma data para que o aplicativo seja lançado de forma oficial. O objetivo é que, quando lançado, o sistema beneficie o maior número possível de bairros e de usuários do transporte coletivo.

Últimas