Minas Gerais Como sócia do pai, filha de Ricardo Nunes diz que só assinava papéis

Como sócia do pai, filha de Ricardo Nunes diz que só assinava papéis

Laura Nunes afirmou em depoimento que o fundador da Ricardo Eletro era o responsável por administrar as empresas em que os dois eram sócios

  • Minas Gerais | Ezequiel Fagundes, da Record TV Minas

Laura foi solta após prestar depoimento

Laura foi solta após prestar depoimento

Reprodução / Instagram

A filha do fundador da rede varejista Ricardo Eletro admitiu, em depoimento nesta quarta-feira (8), que só assinava documentos nas empresas em que era sócia do pai.

Segundo Laura Nunes, quem realmente administrativa as companhias era o empresário, alvo principal da operação que descobriu um esquema de sonegação fiscal de R$ 400 milhões em Minas Gerais.

Laura Nunes figura como sócia e diretora de diversas empresas utilizadas para supostamente ocultar o patrimônio do pai, Ricardo Nunes. Na lista, consta vários apartamentos, terrenos, salas comerciais, casas em Divinópolis, a 120 km de Belo Horizonte, além de uma firma com sede no exterior e a participação societária em dois shoppings em BH. Os bens, estimados em R$ 60 milhões, foram bloqueados pela Justiça.

Leia também: Rede usa sonegação como política de negócio, diz MP

Para o coordenador do Caoet (Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa da Ordem Econômica e Tributária do Ministério Público Estadual de Minas), Fábio Reis de Nazareth, o depoimento deixa claro que Laura agia como "laranja" do pai no esquema de lavagem de dinheiro.

— O depoimento dela foi muitíssimo importante para apontar a responsabilidade do Ricardo Nunes.

Pai e filha foram presos durante a operação realizada na manhã desta quarta-feira. Laura teve a prisão suspensa e foi solta após prestar depoimento. Os investigadores consideram que ela colaborou com o inquérito. Nunes continua preso e presta depoimento em Contagem, na Grande BH, nesta manhã.

O advogado que acompanha Laura informou à reportagem que a investigada já está em casa, na Grande BH, e que a defesa só vai se manifestar após ter acesso a todo conteúdo do inquérito. Marcelo Leonardo também informou que vai se manifestar ainda hoje sobre sobre Ricardo Nunes.

Últimas