Minas Gerais Dez das 14 regiões de Minas estão na onda verde do Minas Consciente

Dez das 14 regiões de Minas estão na onda verde do Minas Consciente

Essa é a fase mais flexível do programa estadual, que permite até retorno de eventos; regiões Leste e Vale do Aço retornam para a onda amarela

10 das 14 regiões do estado estão na "onda verde"

10 das 14 regiões do estado estão na "onda verde"

Reprodução / Imprensa MG

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Minas Gerais decidiu, em reunião realizada nesta quarta-feira (4), que 10 das 14 macrorregiões do estado estarão na “onda verde” do programa Minas Consciente a partir do próximo sábado (7). O número representa 70% das macrorregiões do Estado.

De acordo com o Governo de Minas, a região Nordeste avançou para a fase mais flexível do programa, que permite até a reabertura dos setores de entretenimento. No caminho contrário, as regiões Leste e Vale do Aço regrediram do verde para a amarela por causa do aumento no número de casos da doença.

Veja: STF derruba adesão obrigatória de municípios ao "Minas Consciente"

Para avançar para a “onda verde”, o município precisa permanecer na “onda amarela” por 28 dias seguidos, sem nenhum retrocesso durante o período. Segundo o governador Romeu Zema (Novo), esse esquema é necessário para evitar uma alta acentuada nos casos confirmados do novo coronavírus.

— Infelizmente, tivemos duas regressões nesta semana. Fica claro que é necessário manter os cuidados, já que estamos vendo países passando por uma segunda onda da pandemia. Não podemos baixar a guarda.

Minas Consciente

Lançado no fim de abril, o plano tem o objetivo de normatizar a retomada do comércio em Minas Gerais durante a pandemia da covid-19. Atualmente, 657 cidades mineiras fazem parte do plano, que influencia a rotina de mais de 13 milhões de mineiros. Apesar disso, grandes cidades, como Belo Horizonte, decidiram não integrar o plano estadual.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli.

Últimas