Minas Gerais Médicos afirmam que alta em casos da covid em BH é sinal de 2º onda

Médicos afirmam que alta em casos da covid em BH é sinal de 2º onda

Hospitais de BH teriam registrado 13 semanas de queda nas ocupações, mas, na última semana, houve um "rápido aumento" de 20% nas UTIs

Ocupação das UTIs em BH teve rápido aumento, diz grupo

Ocupação das UTIs em BH teve rápido aumento, diz grupo

Reprodução / Pixabay

Um grupo de médicos intensivistas de Belo Horizonte alerta para a “explosão” de casos da covid-19 na capital e para “fortes sinais” de uma segunda onda da doença na cidade.

Segundo o comunicado do Grupo Colaborativo dos Coordenadores de UTIs de Belo Horizonte, os hospitais da capital mineira registraram 13 semanas consecutivas de queda na ocupação dos leitos de terapia intensiva, seguidas de três semanas de estabilidade.

No entanto, na última semana, foi registrado um “rápido aumento” de 20% no número de pacientes com a doença em UTIs, além de crescimento de 23% nos casos de pacientes que precisam usar respiradores mecânicos.

Para os médicos, esses são sinais de que a capital mineira já estaria entrando em uma segunda onda da doença sem, no entanto, termos saído, ainda, da primeira onda, já que a capital mineira, assim como grande parte do país, não conseguiu atingir um número baixo de novos casos.

Veja: Governo cita flutuação da covid e freia desmobilização de leitos de MG

O grupo alerta para que a população retome a adesão às medidas de combate ao novo coronavírus, “voltando ao nível de empenho e cuidado que já tivemos antes”. O grupo afirma que, caso os índices da pandemia retornem ao que foi observado em julho, mês do pico da doença em BH, o número médio de mortes diárias deve subir, passando de 5 para 20.

Covid-19 em BH

Segundo o boletim divulgado na quarta (18), BH soma 1.590 mortos e 51.802 casos do novo coronavírus, além de ter sua taxa de transmissão figurando na “fase de atenção”. O infectologista Estevão Urbano, membro do comitê de combate à pandemia em BH, alerta para o risco de novas restrições às atividades comerciais da capital caso os números não sejam controlados.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas