Minas Gerais Polícia faz buscas em gabinete de vereador de Sete Lagoas (MG)

Polícia faz buscas em gabinete de vereador de Sete Lagoas (MG)

Fontes ligadas à investigação indicam que Marcelo Cooperselta (MDB) é investigado por suspeita de recolher parte do salário dos funcionários

  • Minas Gerais | Ezequiel Fagundes com Núbia Roberto, da Record TV Minas, com Pablo Nascimento, do R7

Buscas acontecem em gabinete

Buscas acontecem em gabinete

Imagem cedida / Mega Cidade

A Polícia Civil fez buscas, na manhã desta terça-feira (28), no gabinete do vereador Marcelo Pires Rodrigues (MDB), conhecido como Marcelo Cooperselta, em Sete Lagoas, a 70 km de Belo Horizonte.

Segundo fontes ligadas às operação, o parlamentar é investigado por "rachadinha", que é a prática de recolher parte do salários dos funcionários do gabinete.

Os agentes da Delegacia de Combate da Polícia Civil também estiveram na casa do legislador e em outros cinco endereços ligados às investigações para cumprir os mandados de busca e apreensão. 

Procurado pelo R7, Marcelo Cooperselta negou as irregularidades e disse que está sendo vítima de uma perseguição política, pelo fato de ser o líder do prefeito na Câmara.

— Eu não foi intimado em nenhum momento neste caso. A única coisa que teve foi que 12 pessoas que trabalhavam no meu gabinete prestaram depoimento e mostraram que não há nada de errado.

Os delegados responsáveis pelo caso vão apresentar mais detalhes sobre as investigações no final desta tarde.

Últimas