Minas Gerais Presidente da BHTrans depõe sobre sumiço de documentos

Presidente da BHTrans depõe sobre sumiço de documentos

Investigadores querem saber onde estavam as caixas que reapareceram após cobrança; CPI é prorrogada por mais 30 dias

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7, com Record TV Minas

BHTrans também investiga sumiço de documentos

BHTrans também investiga sumiço de documentos

Divulgação / Prefeitura de BH

Diogo Prosdocimi, presidente da BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte), prestou depoimento à Polícia Civil, nesta quarta-feira (15), sobre sumiço dos documentos relacionados à licitação com as empresas de ônibus.

As oito caixas em que os arquivos estavam guardados reapareceram na última sexta-feira (10), após dias de cobrança por parte da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara que investiga irregularidades na companhia. O conteúdo do depoimento prestado na Quarta Delegacia da regional Barreiro não foi divulgado.

De acordo com a prefeitura, um ex-gerente da BHTrans buscou a documentação na empresa responsável pelo arquivamento na última semana, após as caixas serem localizadas. O material foi enviado para um cofre do município.

CPI

Os documentos são relacionados à licitação do transporte de ônibus realizada em 2008, com vigência até 2028.

A CPI da Câmara Municipal suspeita de irregularidades no processo, como conluio entre as empresas para a escolha dos ganhadores.

A demora no acesso à documentação fez a comissão prorrogar a conclusão dos trabalhos para o dia 15 de outubro. Inicialmente, o prazo chegaria ao fim nesta quarta-feira.

Procurada, a BHTrans destacou que Prosdocimi pediu atenção às investigações. "É importante deixar claro que esses documentos são os mais importantes da cidade de Belo Horizonte, de uma licitação de alta monta, para um serviço público de necessidade do cidadão. Viemos prestar esclarecimentos sobre o fato de termos encontrado esse documentos para a Polícia Civil, para que eles investiguem e esclareçam tudo para a cidade, que é o que a cidade merece", pontou o presidente do órgão.

"A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que as diligências relacionadas ao inquérito policial instaurado para apurar a localização de documentos da BHTRANS, referentes ao processo de licitação do transporte público de Belo Horizonte, estão sendo realizadas de forma sigilosa", destacou a equipe de investigação em nota.

Live RecordTV Minas

Gabriel Azevedo, presidente da CPI da BHTrans, será o entrevistado da Live RecordTV Minas desta quinta-feira (16). O parlamentar vai comentar sobre os desdobramentos da CPI e os resultados dos trabalhos realizados até o momento, além de fatos relacionados à política belo-horizontina. O programa de entrevistas é transmitido ao vivo no canal da emissora no Youtube, às 9h30.

Últimas