Minas Gerais Suspeita de matar mulher grávida e roubar o bebê vai à juri popular

Suspeita de matar mulher grávida e roubar o bebê vai à juri popular

Aline Roberta Fagundes, de 37 anos, será julgada em Uberlândia após três anos do crime, que ocorreu em dezembro de 2017

  • Minas Gerais | Adriana Bernardes, da TV Paranaíba

Gabrielle Barcelos estava grávida de 8 meses

Gabrielle Barcelos estava grávida de 8 meses

Reprodução/Record TV Minas

A suspeita de matar uma mulher grávida e retirar o bebê de sua barriga vai à juri popular na tarde desta quinta-feira (28), em Uberlândia (MG), a 463 km de Belo Horizonte.

Aline Roberta Fagundes, de 37 anos, é acusada de homicídio doloso, ocultação de cadáver e subtração de incapaz. Em dezembro de 2017, Gabrielle Barcelos Silva, de 18 anos, foi morta e a filha, ainda prematura, foi retirada de sua barriga.

A vítima, que estava grávida de 8 meses, foi atraída para a casa de Aline com a desculpa de que iria receber roupas para a bebê mas, ao chegar lá, foi dopada com calmantes e teve sua barriga aberta com um estilete. O corpo de Gabrielle foi enterrado em uma vala no fundo da casa.

Aline fingiu ter dado a luz em casa e, com receio de perder o companheiro, havia dito que estava grávida e decidiu retirar o bebê e apresentá-lo como filho a parentes, amigos e, sobretudo, ao namorado. A polícia foi acionada pela filha da mulher, que encontrou marcas de sangue pela casa.

Últimas