Zema anuncia 13º para servidores que ganham até R$ 2.000

Valor estará na conta dos funcionários públicos de Minas a partir do próximo sábado (21); demais servidores vão ter que esperar empréstimo

Zema anunciou pagamento de parte do 13º

Zema anunciou pagamento de parte do 13º

Divulgação / Agência Minas / Marco Evangelista

O governador de Minas Gerais Romeu Zema (Novo) anunciou nesta quarta-feira (18) que os servidores que recebem salários de até R$ 2.000 vão receber o 13º de forma integral a partir deste sábado (21). Essa categoria compõe 61,5% do total de servidores do Estado, o equivalente a 348 mil pessoas. 

Segundo o Governo de Minas, os funcionários públicos que são correntistas do Banco do Brasil, já estarão com o dinheiro na conta no sábado. Já os que optaram pela portabilidade do salário para outros bancos, receberão a gratificação natalina na segunda-feira (23). 

Parte dos recursos para o pagamento do 13º salário para os servidores que ganham menos, vieram do leilão do volume excedente de produção da cessão onerosa. Ao todo, R$ 411 milhões foram repassados ao Estado por causa dessa operação e o pagamento do 13º para essa parcela vai custar R$ 689 milhões aos cofres público. 

Servidores da segurança pública também já sabem como vão receber o 13º. Em acordo firmado em novembro ficou definido que o valor será dividido em três parcelas, depositadas em dezembro, janeiro e fevereiro, sempre no dia 21. 

Compasso de espera

O Governo de Minas ainda não sabe quando vai pagar a gratificação natalina do restante dos servidores públicos do Estado. O governador Romeu Zema sancionou, recentemente, uma lei que permite que o Executivo antecipe o recebimento de recursos do nióbio pelos próximos 15 anos para pagar o 13º salário aos servidores.

A operação, que deve resultar em cerca de R$ 5 bilhões a R$ 6 bilhões aos cofres do Estado, ainda não tem previsão de quando será concluída.