Minas Gerais Zema anuncia abertura de central do Mercado Livre no Sul de Minas

Zema anuncia abertura de central do Mercado Livre no Sul de Minas

Centro de distribuição será instalado em Extrema, a 492 km de Belo Horizonte, e deve gerar 1.400 empregos; Amazon também chega ao Estado

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli e Célio Ribeiro*, do R7

Divulgação / Mercado Livre

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta quinta-feira (12), a instalação de um centro de distribuição do Mercado Livre no Sul do Estado. A estrutura, que ficará em Extrema, a 492 km de Belo Horizonte, deve resultar na criação de cerca de 1,4 mil empregos diretos e indiretos.

A Mercado Livre é uma empresa argentina voltada para o comércio eletrônico e está presente em 18 países. No Brasil, além do centro de distribuição em Extrema serão criados mais três em São Paulo e um em Santa Catarina.

De acordo com o Governo de Minas, a implantação da estrutura será feita em duas frentes. Uma é a Mercado Envios, voltada para o armazenamento e logística das empresas parceiras que utilizam a plataforma de vendas.  A outra é a que vai operar a Ebazar, uma empresa do grupo que controla a operação própria de e-commerce da companhia.

Reação

O governador Romeu Zema (Novo) comemorou a chegada de “duas megas empresas de e-commerce” em Minas Gerais. Isso porque, nesta semana, ele também anunciou a instalação de um centro de distribuição da Amazon, na cidade de Betim, na região metropolitana. 

Já o secretário adjunto da Sede (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), Fernando Passalio, alegou que a instalação do centro de distribuição em Extrema vai “democratizar a entrega de produtos de forma ágil, com o uso de tecnologia a preços acessíveis”.

Veja: Minas e ES lançam plano de R$ 56 bilhões em investimentos

Amazon

Logo no início da semana, o Governo de Minas anunciou que a empresa norte-americana Amazon abriria, nos próximos dias, um centro de distribuição em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. A empresa é líder mundial em vendas online. A chegada da norte-americana à Grande BH deve gerar, ao menos, 225 empregos diretos em Betim, e o investimento supera os R$ 100 milhões.

Últimas