Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Zema precisa de articulação mesmo com maioria na base do governo, avalia especialista

Professor convidado pelo quadro MGR na Política faz análise de cenário encontrado pelo governador de Minas Gerais na nova composição da ALMG

Minas Gerais|Pablo Nascimento, do R7


A base governista de Romeu Zema (Novo) na nova composição da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais) terá 57 deputados, contra 20 da oposição. Para especialistas, no entanto, a diferença numérica não é sinônimo de tranquilidade para a gestão do governador.

"Para ter comando na Assembleia, Zema tem que ser muito mais articulado que na gestão passada. Ele sabe que teve grande dificuldade na última gestão por causa da resistência das comissões. Ele tem em mãos a assembleia em quantidade. Vamos ver se ele vai ter qualidade. Nem sempre acontece", avalia o professor Carlos Barbosa, especialista em gestão pública e políticas públicas.

Leia também

Durante entrevista ao quadro MGR na Política, o professor destacou que entre os desafios de Zema está a aprovação da adesão ao Regime de Recuperação Fiscal e a privatização das estatais, projetos em pauta desde a primeira gestão.

"A adesão não é decisão só do governo estadual, mas também da Assembleia. tem que passar por lá porque vai gerar contenção de gastos. São medidas pouco populares que vão atingir o processo de gestão do estado", pondera.

"Zema tem que alinhar ao Governo [federal] que está e não ao que estava", comentou o especialista sobre a adesão ao regime que foi desenhado ainda na gestão Bolsonaro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.