Minas Gerais Zema sanciona auxílio de R$ 600 para famílias carentes em MG

Zema sanciona auxílio de R$ 600 para famílias carentes em MG

Valor será pago em parcela única, no mês de agosto deste ano; projeto também prevê socorro econômico a empresas

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Projeto é de autoria da Assembleia Legislativa

Projeto é de autoria da Assembleia Legislativa

Gil Leonardi/Imprensa MG

Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, sancionou, nesta sexta-feira (21), o projeto Recomeça Minas, que cria um plano de recuperação fiscal no Estado e que determina o pagamento de uma parcela de R$ 600 a famílias que vivem em situação de extrema pobreza no Estado.

A proposta, de autoria da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), visa auxiliar a retomada econômica do Estado em meio à pandemia de covid-19.

O auxílio, chamado de Força Família, será quitado em parcela única, no mês de agosto deste ano, a núcleos familiares que vivem com até R$ 89 por mês. O governo estiva que aproximadamente 1,08 milhão de famílias serão beneficiadas.

O dinheiro será arrecadado por meio do outro braço do projeto, que vai dar descontos de até 90% para que as empresas quitem suas dívidas de impostos com o Governo Estadual. O deputado Agostinho Patrus, presidente da ALMG, prevê que a arrecação deve chegar a R$ 2 milhões em 2021 e mais 5 bilhões nos próximos três anos.

— Com esse Projeto de Lei que foi todo criado, preparado pela Assembleia, pelos deputados estaduais, ouvindo empreendedores, trabalhadores, os diversos setores econômicos de Minas Gerais, chegamos em um projeto que prepara a retomada do nosso Estado.

Com o valor que chegará aos cofres do governo, o projeto também promete oferecer redução de impostos às categorias mais afetadas pela pandemia para que consigam se recuperar. Entre elas, está o setor de turismo, cultura e outros.

Segundo o governador Romeu Zema, o texto sancionado será publicado no Diário Oficial do Estado neste sábado (22).

—A pandemia deixou famílias inteiras sem fontes de renda e agravou ainda mais a situação dos mais pobres. O auxílio é uma ajuda que vem em boa hora, para amenizar o sofrimento de milhares de mineiros.

Conflito

No fim do último mês de abril, quando o projeto já havia sido enviado para a avaliação do governador, deputados acusaram Zema de plágio após as páginas do Governo Estadual em redes sociais divulgarem a proposta como se fosse uma iniciativa do governador.

Após o ocorrido, o político se desculpou dizendo que foi um problema de comunicação. Em resposta, os deputados aumentaram de R$ 500 para R$ 600 o valor do benefício para as famíias.

Últimas