Moto Segurança e Trânsito Mobilidade Urbana: Kymco Downtown 300i ABS é empolgante na pilotagem

Mobilidade Urbana: Kymco Downtown 300i ABS é empolgante na pilotagem

Modelo taiwanesa montada pela JToledo em Manaus é bem acertado, é o mais potente da categoria de 250/300cc, é dotado do importante sistema ABS, se tornando excelente alternativa para mobilidade urbana

Kymco Downtown 300i ABS na garagem de meu lar e para lembrar: use máscara se precisar sair de casa

Kymco Downtown 300i ABS na garagem de meu lar e para lembrar: use máscara se precisar sair de casa

Foto: André Garcia

Na semana que fiquei com a Kymco Downtown 300i ABS, fui perguntado dezenas de vezes sobre a qualidade do produto e quem era o fabricante, a minha sensação é que a marca e o produto ainda não foram apresentados ao consumidor brasileiro. 

Fundadores de Honda e Kymco juntos em 1964 durante fundação da Kymco

Fundadores de Honda e Kymco juntos em 1964 durante fundação da Kymco

Foto: Arquivo da Kymco

A KYMCO ou  Kwang Yang Motor Co, Ltd é um fabricante de Taiwan fundada em 1964 com ajuda técnica da Honda, com quem teve parceria, joint venture, por 21 anos de 1982 a 2003.

Hoje a Kymco é líder de produção e vendas com mais de 40% do mercado de Taiwan e figura entre as mais vendidas nos exigentes mercados italiano, espanhol e alemão, com participação que varia de 8% a 18% no segmento de scooter.

Terminando esse breve histórico, a Kymco é parceira da BMW tendo fornecido motores para o modelo X450G Enduro e nos scooters fabricado e comercializado pela marca bávara como C 650 Sport e C 650 GT e atual linha C 400, com a Kawasaki produziu a J300 cuja base é a Downtown 300.

Portanto, não faltam credenciais para o fabricante que aprendeu a construir veículo de duas rodas com a Honda, por anos forneceu peças para o maior fabricante de motos do mundo, além das parcerias com BMW e Kawasaki, além de estar entre os top 5 de exigentes países europeus.
No Brasil a Kymco chegou em maio de 2017 por representação da JTZ Indústria e Comércio de Motos, que faz parte da J.Toledo Motos do Brasil que  representa a Suzuki desde 1992 e a HoeJue desde 2017, esta, também pela divisão JTZ.

Lançada em 2015 tem design atual é bonita, chama atenção, mas precisa de pequenas atualizações

Lançada em 2015 tem design atual é bonita, chama atenção, mas precisa de pequenas atualizações

Foto: Divulgação Kymco Brasil

A Kymco Downtown 300 foi lançada na Europa em 2015 e chegou no Brasil causando grande furor em 2018.
Como a J.Toledo não tem frota para imprensa, o modelo avaliado é uma unidade usado ano 2017/2018 com pouco mais de 26 mil km e foi cedido pela Concessionária REDFOX.
Pilotando
Antes de sentar na motoneta como é tratado tecnicamente nossa legislação de trânsito para o scooter, é possível notar a qualidade do Downtown 300, necessário frisar isso, pois trata-se de um modelo já bem rodado, vemos os bons encaixes de toda carenagem, o olhar marcante dos faróis dianteiros, o largo conjunto traseiro que chama bem atenção dos motoristas.
Ao sentar (810 mm de altura) o piloto se sente vestido, como este que vos fala com 1,65 de altura consegue colocar ambos os pés no chão, bom encaixe dos pés, braços relaxados, linha de cintura entre baixo e médio, punhos com todos os botões no lugar com bom toque, gostei do botão de alerta no puno esquerdo no dedo indicador, mas o banco pode melhorar, não é pelo uso, mas nitidamente afunda as costas parecendo que o assento do piloto é dividido. Ouvi vários relatos dessa sensação. Nada que prejudique a posição ergonómica e confortável que permite passar horas pilotando. A proteção aerodinâmica é boa tanto em região urbana como em rodovia, na minha opinião eu gosto que o parabrisa seja o menor possível, já que falamos de um veículo tipicamente urbano cuja utilização será no maior tempo na cidade.

Painel oferece boa visualização, design é atual, mas o problema é o acesso muito arcaico com 3 botões

Painel oferece boa visualização, design é atual, mas o problema é o acesso muito arcaico com 3 botões

Foto: Divulgação Kymco Brasil

O painel tem dois mostradores analógicos de velocidade e rotações do motor, no centro uma tela em LCD que na forma digital mostra odômetro total em Km e Milhas, um parcial, relógio, nível de combustível e temperatura do motor. O grande problema é o acesso às informações e a burocracia para zerar odometro ou alterar horário, já que é necessário sempre utilizar dois botões dos três disponíveis.

Espaço embaixo do banco é bom, mas dois pequenos detalhes impedem carregar uma mochila com notebook

Espaço embaixo do banco é bom, mas dois pequenos detalhes impedem carregar uma mochila com notebook

Foto: André Garcia e divulgação Kymco Brasil

Embaixo do banco há espaço com capacidade de 34 litros, sendo possível guardar um capacete fechado e um estilo JET ou ¾. Apesar do bom espaço, um detalhe embaixo do banco não permite guardar uma mochila com notebook, mostrado na foto.
O gostoso mesmo é rodar com a Kymco Downtown 300i ABS, seu quadro é rígido e a suspensão é bem acertada, o suficiente para realizar curvas em alta velocidade, bem como, ziguezaguear pelo trânsito (mesmo com entreeixos de 1.553mm) com bastante desenvoltura de maneira ágil, proporcionando mudança rápida de direção como em trilhos. Colabora para isso as rodas de alumínio com aro 14 na dianteira vestindo pneu sem câmara 120/80 e na traseira aro 13 com pneu na medida 150/70 também sem câmara. Nesse modelo era usado pneus Michelin City Grip, sendo o felizardo em ser o primeiro a usar, estava até com cera.
Nota: O acerto de suspensão ficou mais duro em relação a SYM HD 300 (ou Dafra Citycom HD 300)  e mais confortável que a Yamaha XMax 250. O sistema de suspensão é composto por garfo telescópico com amortecimento hidráulico e mola helicoidal na dianteira e balança articulada com dois amortecedores hidráulicos e mola helicoidal na traseira. O acerto de suspensão com pneus gorduchos, na minha opinião transfere pouco a realidade de buracos e ondulações do piso paulistano. É muito raro, mesmo com garupa, raspar a parte de baixo onde fica cavalete central, naquelas lombadas altas e curtas elaboradas para estragar assoalhos de automóveis.

É possível guardar um capacete e equipamentos, mas jaqueta com proteção tem que ser dobrada. Espaço tem iluminação cortesia

É possível guardar um capacete e equipamentos, mas jaqueta com proteção tem que ser dobrada. Espaço tem iluminação cortesia

Foto: André Garcia

O motor é o atualmente o mais potente da categoria no segmento 250/300cc, um monocilíndrico de 298,7 cilindradas, 4 tempos com refrigeração líquida com 29,7 cv de potência a 8000 RPM e bom torque de 3,07 Kgfm a 6250 RPM, conta ainda, com sistema de partida elétrica e alimentação por injeção eletrônica.
Nota: Saindo da imobilidade no semáforo com a Downtown 300i ABS, falta espaço no retrovisor para ver todos os veículos de duas rodas deixados para trás. É um foguetinho. E na rodovia mantém fácil os 120 km/h e chega aos 140 km/h com estabilidade, sem aquela sensação de flutuação, o que denota o bom trabalho da engenharia para centralização da massa.
Para parar o modelo conta com um eficiente sistema de freios pouco visto em veículos de duas rodas abaixo de 400 cilindradas, pois conta com sistema ABS independente nas duas rodas, com um disco de 260 mm com pinça de 2 pistões na dianteira e um disco de 240 mm, também com 2 pistões, ambos com acionamento hidráulico. Completa o sistema de freios cabos flexíveis em malha de aço, vulgo aeroquip.

Piloto tem bom espaço para os pés que podem ficar em duas posições, uma com as pernas mais esticadas

Piloto tem bom espaço para os pés que podem ficar em duas posições, uma com as pernas mais esticadas

Foto: Divulgação Kymco Brasil

Nota: Os freios são poderosos, tem excelente mordida é muito dosável e progressivo, o sistema ABS está muito bem calibrado, na dianteira e traseira, só consegui seu acionamento usando pista suja, mesmo com ondulado asfalto paulista o ABS não entra em ação sem necessidade. É a única scooter a oferecer regulagem nos manetes de freios.

Bagageiro oferece um requinte ao scooter e basta tirar a capa dos parafusos e colocar um top case

Bagageiro oferece um requinte ao scooter e basta tirar a capa dos parafusos e colocar um top case

Foto: André Garcia

A Kymco Downtown 300 literalmente despreza o trânsito, passa fácil em corredores, dado sua ciclística e motorização se desvencilha  rápido de qualquer possível obstáculo no trânsito, além de tudo é econômica sempre com médias na faixa de 30 a 34 km/l, evidente que se o piloto cair na tentação o consumo aumenta e não fica abaixo de 26 km/l, o que achei excelente. 
Assim como fiz na avaliação da SYM HD 300, outras duas pessoas de perfis distintos me ajudou na avaliação da KYMCO DT 300: 

Dagoberto gostou muito com conjunto mecânico, mas achou fraco o espaço embaixo do banco

Dagoberto gostou muito com conjunto mecânico, mas achou fraco o espaço embaixo do banco

Foto: André Garcia

Dagoberto de Moura Filho, 53 anos(1,73 de estatura), motociclista desde os 5 anos, começou a correr de moto na categoria RX 125 – 1980, depois migrou para Motocross nos anos 1984 a 1986, Campeão Paulista de Supermoto SM5 – 2010, 3º Lugar Campeonato Paulista Supermoto SM4 – 2011, Instrutor Junior Cup – 2015 a 2018. Atualmente tem uma Citycom 300 e uma Piaggio MP3 400 cc: “Seguem as impressões. Moto usada, mas em boas condições. Achei o design "externo" ainda atual e agressivo, mas se é que moto tem design "interno", achei o design interno desatualizado, painel simples, sem informações e de difícil navegação por micro botões, uma dificuldade para mudar os odômetros. Uma ergonomia bem interessante, com centro de gravidade e linha de cintura baixos, faz com que você "vista" o scooter, trazendo um melhor casamento e consequente uma melhor pilotagem. As regulagens de distância dos manetes auxiliam bastante aos motociclistas que querem um ajuste mais fino. Freios eficientes, abs é acionado em condições de stress, atenderam bem a expectativa (não consegui fazer atuar o dianteiro) no meu caso uma coisa boa. Gostei da aceleração, apesar de ser forte, entrega potência de forma progressiva. Péssimo espaço sob o banco. Velocidade final não pude avaliar”.

Alides também gostou muito do conjunto mecânico, elogiou a potência, mas ficou triste em levar mochila nas costas

Alides também gostou muito do conjunto mecânico, elogiou a potência, mas ficou triste em levar mochila nas costas

Foto: André Garcia

Não podia faltar o olhar feminino, no caso da minha esposa Alides Rasabone Garcia (1,62 de estatura), enfermeira, 48 anos, motociclista desde os 14 anos, curtiu uma época no interior que andava de RD 350 e de CB750F e hoje usa scooter para ir e voltar do trabalho: “Gostei bastante, muito confortável, foi a mais forte das scooters que pilotei, não pula nas ondulações e buracos do Morumbi, mas o espaço embaixo do banco é ruim, não cabe  minha mochila com notebook e só não levaria para minha garagem por este motivo”.

No porta treco do lado esquerdo é possível carregar um smartphone

No porta treco do lado esquerdo é possível carregar um smartphone

Foto: Divulgação Kymco Brasil

O tendão de aquiles da Kymco Downtown 300i ABS é o preço, mesmo sendo o scooter que mais empolga na pilotagem, além da necessidade de uma melhoria no painel e no compartimento sob o banco, o PPS (Preço Público Sugerido) de R$ 27.900 sem frete é bem salgado, pois custa R$ 4.710,00 a mais que a SYM HD 300 (ou Dafra Citycom HD 300) e R$ 2.410,00 a mais que a Yamaha XMAX ABS (250cc) diferença de  valores que custeiam seguro e equipamentos de segurança.
Um agradecimento especial ao Marco da REDFOX que confiou no meu trabalho e deixou a Downtonw 300i ABS perfeita para avaliação.  A REDFOX é uma concessionária gigante do ponto de vista físico e de trabalho técnico nas marcas Suzuki, Kymco e HaoJue que detém a concessão, além de atender qualquer marca de motocicleta na oficina mecânica, click no link ativo e conheça. 

Kymco Downtown 300i ABS é oferecida em 4 cores: laranja, prata, branca e cinza

Kymco Downtown 300i ABS é oferecida em 4 cores: laranja, prata, branca e cinza

Foto: Divulgação Kymco Brasil

Últimas