FGTS

O que é que eu faço Sophia Moradores de Ilhéus (BA) já podem pedir o saque-calamidade do FGTS

Moradores de Ilhéus (BA) já podem pedir o saque-calamidade do FGTS

Trabalhadores que tiveram casa afetada pelas chuvas poderão sacar até R$ 6.220 do fundo

Morador olha desalentado sua casa inundada em Ilhéus, na Bahia

Morador olha desalentado sua casa inundada em Ilhéus, na Bahia

Amanda Perobelli/Reuters - 30/12/2021

Moradores de Ilhéus (BA) que têm saldo no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) podem solicitar, a partir desta quarta-feira (5), a liberação do saque-calamidade. A solicitação pode ser feita por meio do aplicativo FGTS.

Para ter acesso ao saque, é preciso morar nas áreas afetadas pelas fortes chuvas (conforme endereços identificados pela Defesa Civil Municipal), possuir saldo positivo na conta do FGTS e não ter realizado saque pelo mesmo motivo em período inferior a 12 meses. O valor máximo para retirada é de R$ 6.220,00.

O saque pode ser solicitado até o dia 15 de março.  

Como solicitar o saque-calamidade?

undefined

É possível solicitá-lo pelo app FGTS ou ir a uma agência da Caixa. Antes, porém, é preciso que o saque já tenha sido disponibilizado pela Caixa, informa a assessoria.

Veja como fazer a sua solicitação pelo app:

1) Ao acessar o app FGTS, clique na opção “Meus Saques”. ​

2) Escolha a opção “Outras Situações de Saques”. ​

3) Selecione o motivo do saque: “Calamidade Pública”. ​

4) Selecione o município de sua residência e clique em​ “Continuar” (só estarão disponibilizados os municípios que tiverem cumprido os passos para ser habilitados; veja a pergunta "Quando o valor é liberado").

5) Escolha uma das opções para receber seu FGTS​: crédito em conta bancária de qualquer instituição financeira ou saque presencial. ​

6) Faça upload dos documentos requeridos. 

7) Confira os documentos anexos e confirme.

Em quanto tempo o dinheiro cai na conta?


Caso tudo esteja certo com a solicitação, o valor será creditado em até cinco dias úteis.

______________________________________________

Se ainda tiver dúvidas sobre economia, dinheiro, direitos e tudo o mais que mexe com o seu bolso, envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo email sophiacamargo@r7.com

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas