Não recebeu a restituição? Saiba conferir se caiu na malha fina

Centro Virtual de Atendimento da Receita permite que contribuinte confira como está o processamento das informações da sua declaração

É possível resolver as pendências e sair da malha

É possível resolver as pendências e sair da malha

Reprodução/Site Receita Federal

A Receita Federal libera nesta sexta-feira (31) a consulta ao terceiro lote da restituição do Imposto de Renda 2020.

A Receita ainda paga mais dois lotes de restituição do IR 2020 em agosto e setembro. Por isso, se não estiver nesse lote de restituição não significa que caiu na malha fina.

Porém, se quiser tirar a dúvida e verificar se não tem nenhuma pendência, será preciso ter o número dos recibos das últimas duas declarações entregues (por exemplo, 2020 e 2019).

Sem isso, não dá para criar o código que permite acessar as informações do E-CAC, o Centro de Atendimento Virtual ao Contribuinte da Receita.

Lembre-se de que se entregou uma declaração retificadora, é esse número de recibo que vale. Verifique o passo a passo:

1) Crie um Código de Acesso

Reprodução/Receita Federal

Para criar esse código de acesso, clique nesse link. É preciso informar o número do CPF, a data de nascimento e digitar o código para provar que não é um robô.

2) Informe os números dos recibos

Reprodução/Receita Federal

A seguir, terá de preencher o número dos recibos das últimas declarações entregues e criar uma senha para acessar o sistema.

O programa irá gerar um número, que é seu código de acesso. Anote esse número.

3) Acesse o e-Cac

Reprodução/Receita Federal

A seguir, entre na página da Central Virtual de Atendimento da Receita e insira as informações solicitadas: CPF/CNPJ, código de acesso (o número que apareceu ao final daquela operação anterior) e senha (aquela que você já indicou quando criou o código).

4) Verifique as informações em Meu Imposto de Renda

Reprodução/Receita Federal

Clique no link Meu Imposto de Renda - Extrato da Declaração do Imposto sobre a Renda Pessoa Física 

5) Acesse o extrato de processamento

Reprodução/Receita Federal

Acesse o extrato de processamento e verifique se caiu na malha fina e o motivo.

6) Verifique se há pendências

Reprodução/Receita Federal


Clique no ícone "Pendências da malha" para verificar se há alguma pendência. Caso não haja uma pendência hoje, não significa que não poderá surgir uma amanhã, pois o cruzamento das informações é contínuo.

E se a declaração tiver pendências?

Se a declaração tiver pendência, ou seja, caiu na malha fina, há dois caminhos para solucionar a questão.

Se a declaração tiver erro ou omissão

Se a pendência decorre de erro ou omissão de informações no preenchimento da declaração, nesse caso, a solução é retificar a declaração.

Veja como fazer uma declaração retificadora.

Se a declaração não tiver erro

Se não houver erro no preenchimento da declaração, a partir do ano seguinte ao do preenchimento (ou seja, a declaração de 2019 terá de esperar 2020) o contribuinte pode marcar dia e hora para apresentar o documento solicitado pela malha.