Rio de Janeiro "É uma polícia homicida?", questiona mãe de morto na Maré

"É uma polícia homicida?", questiona mãe de morto na Maré

Família criticou ação da Polícia Civil no Complexo da Maré; corporação disse que abriu inquérito para apurar de onde partiu tiro que matou Marcus

morte adolescente maré

Mãe criticou ação policial na Maré

Mãe criticou ação policial na Maré

Paulo Carneiro/Agência O Dia - 21.06.2018

A família do adolescente Marcus Vinícius da Silva, de 14 anos, acusou a Polícia Civil, que fez operação no Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro, da morte dele. Segundo José Gerson da Silva, pai do adolescente, a vítima voltava da escola e estava a menos de 100 m de casa quando foi atingida por um disparo no abdômen.

Na quarta-feira (20), Marcus acordou atrasado para a aula e, no caminho para o colégio, se deparou com a operação e resolveu voltar pra casa, segundo o pai.

— Ele viu que não dava pra continuar e voltou. O blindado estava parado na rua reta, de frente pra ele, que quis sair da frente no caso de ter algum confronto, mas eles viram meu filho vindo e eles atiraram.

Bruna da Silva, mãe do menino, esteve com o marido no IML (Instituto Médico Legal), no centro, e estava com a camiseta manchada de sangue e o material escolar que o menino carregava quando foi atingido.

Em dois anos, 28 crianças morreram de bala perdida, diz ONG

RJ: Defensoria pede fim de disparos de aeronaves em operações

— Chega de manchar o Rio de Janeiro. É uma polícia homicida? Eles entram pra matar? Pra dilacerar famílias? Eu sou apenas mais uma. Eu espero justiça. Calaram meu filho, mas a mãe não vão calar.

O menino chegou a ser socorrido no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, zona norte do Rio, passou por cirurgia, mas não resistiu. O corpo de Marcus foi velado nesta tarde no Palácio da Cidade e o corpo foi enterrado no cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio.

Vídeo: PM ameaça bater em estudante em protesto na Maré

Em nota, a Polícia Civil informou que “a DH (Delegacia de Homicídios da Capital) abriu inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Marcus Vinicius, ferido na manhã de quarta-feira (20/06) no Complexo da Maré. A perícia de local foi realizada e está prevista uma reconstituição dos fatos para determinar de onde partiu o tiro que atingiu o estudante. Todos os protocolos de investigação serão adotados rigorosamente”.

Veja o vídeo: