Em seis dias, três PMs são mortos em diferentes regiões do RJ

Casos aconteceram em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, São Gonçalo, na região metropolitana, e em Volta Redonda, no sul do Estado

Max (à esq.), Leandro (meio) e Leonardo (à dir.) foram mortos a tiros

Max (à esq.), Leandro (meio) e Leonardo (à dir.) foram mortos a tiros

Montagem/Record TV Rio

A Polícia Militar perdeu dois homens em serviço e um de folga nos últimos seis dias, mortos em diferentes regiões do Rio de Janeiro. Os casos aconteceram em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, e em Volta Redonda, no sul do Estado.

Rio: morador morre durante ação da PM no Complexo da Penha

Na madrugada desta quarta-feira (22), o cabo Leonardo Pinho da Silva foi morto enquanto patrulhava o bairro Padre Josimo, com colegas do 28º BPM, em Volta Redonda. De acordo com a Polícia Militar, os PMs deram ordem de parada para uma moto, que disparou contra a viatura.

Além do cabo, um dos suspeitos também foi atingido por um disparo e morreu ainda no local do incidente. Um segundo homem, que estaria pilotando a moto, conseguiu fugir.

O corpo de Leonardo será enterrado ainda nesta quarta, no cemitério Riachuelo, em Valença, cidade próxima a Volta Redonda. Há oito anos na Polícia Militar, o cabo deixa uma noiva.

Leonardo se junta a Leandro Augusto Correa, de 37 anos, morto durante uma operação, no último domingo (19), e Max Freitas da Silva, de 45 anos, assassinado enquanto tentava evitar uma tentativa de assalto a um shopping, na última quinta-feira (16). 

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa