Hospital de Bonsucesso transfere todos os pacientes após incêndio

Três pessoas que estavam internadas morreram após fogo atingir a unidade federal, na zona norte do Rio, na terça (27)

Perícia da PF só será feita após trabalho dos bombeiros

Perícia da PF só será feita após trabalho dos bombeiros

BEATRIZ ORLE/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO/28.10.2020

O Hospital Federal de Bonsucesso, na zona norte do Rio, concluiu a transferência dos 192 pacientes na noite desta quarta-feira (28) após um incêndio atingir a unidade e deixar três mortos

De acordo com informações da Record TV Rio, o último paciente deixou o hospital no início desta noite.

A decisão de esvaziar o prédio foi tomada para não piorar o estado de saúde das pessoas que estavam internadas na unidade, já que ontem ainda havia presença de fumaça no local. 

Mais de 30 horas após o acidente, os bombeiros ainda trabalhavam na área atingida pelo fogo, que segue interditada pela Defesa Civil. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ao menos 300 pacientes estavam no local no momento do incêndio na terça (27). A Polícia Federal já abriu um inquérito para investigar o caso, mas a perícia só será feita após o trabalho de rescaldo.

O secretário de Defesa Civil, Leandro Monteiro, confirmou que o Hospital Federal de Bonsucesso não tinha certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros e que já havia sido notificado duas vezes.

Um relatório feito a pedido da Defensoria Pública da União, em 2019, havia apontado falhas no sistema de combate às chamas da unidade.