Rio de Janeiro Loja abriga pacientes durante incêndio em hospital no Rio

Loja abriga pacientes durante incêndio em hospital no Rio

Funcionária percebeu a fumaça na unidade de Bonsucesso e abriu as portas do estabelecimento para receber macas 

  • Rio de Janeiro | Irislayne Tavares, do R7*, com Record TV Rio

Uma loja de autopeças, vizinha ao Hospital Federal de Bonsucesso, na zona norte do Rio, abrigou pacientes após um incêndio atingir a unidade de saúde na manhã desta terça-feira (27). 

Macas sendo levadas com pacientes ao local

Macas sendo levadas com pacientes ao local

Reprodução/ Record TV Rio

Uma funcionária, identificada como Carla, contou que, por volta das 9h30, percebeu as chamas e decidiu abrir o estabelecimento para que as pessoas pudessem se proteger da fumaça. 

"A gente abriu as portas da loja para que todos ficassem em segurança. Tinha por volta de umas três macas aqui dentro. Foi tudo tranquilo e todos saíram com vida", declarou Carla.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ao menos 300 pacientes estavam no hospital no momento do acidente. Até o início da noite, 76 deles já haviam sido levados para outras unidades.

Ao menos duas pacientes em estado grave no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) não resistiram. 

As causa do incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso vão ser investigadas pela Polícia Federal. Segundo as informações iniciais, o fogo teve início no subsolo do prédio 1, onde ficava um almoxarifado.

O secretário de Defesa Civil, Leandro Monteiro, confirmou que a unidade não tinha certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros.

Um relatório feito a pedido da Defensoria Pública da União, em 2019, já havia apontado falhas no sistema de combate às chamas do Hospital Federal de Bonsucesso.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas