Rio de Janeiro Polícia encontra esconderijo de Tandera em Seropédica (RJ)

Polícia encontra esconderijo de Tandera em Seropédica (RJ)

Na ação, o segurança do miliciano foi detido. Além disso, uma viatura falsificada da Polícia Civil foi apreendida 

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Tandera é o mais procurado do RJ

Tandera é o mais procurado do RJ

Divulgação/Portal dos Procurados

A Polícia Civil encontrou, na manhã desta segunda-feira (22), mais um esconderijo do miliciano Danilo Dias Lima, o Tandera. Desta vez, o abrigo estava localizado em Seropédica, na Baixada Fluminense.

No local, uma viatura falsificada foi encontrada e um homem identificado como segurança do criminoso foi preso. 

Segundo a polícia, a qualidade da clonagem chamou a atenção dos agentes. O veículo estava com a inscrição da CGPOL (Corregedoria-Geral de Polícia Civil).

Na ação, também foram apreendidos um fuzil, uma pistola, vários carregadores e munições.

“Nós já sabíamos que o narcomiliciano Danilo Tandera fazia uso de viaturas clonadas para seu deslocamento sem levantar suspeitas, mas a qualidade do trabalho de falsificação realmente nos chamou a atenção”, disse o delegado Marcus Amim, titular da DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes). 

Grupo de Tandera usava viatura clonada da Corregedoria de Polícia na Baixada Fluminense

Grupo de Tandera usava viatura clonada da Corregedoria de Polícia na Baixada Fluminense

Reprodução/PCERJ

O delegado ainda adiantou que equipes continuam na região da Baixada Fluminense. “Em breve, a prisão desse miliciano será notícia”, finalizou Amim. 

Ações contra Tandera

Na semana passada, a polícia encontrou um sítio em Santa Cruz, na zona oeste do Rio, que pertencia a Tandera. O local possuía área para realização de festas, com churrasqueira, equipamento de som e piscina. Na ação, 16 pessoas foram detidas. 

Um carro utilizado para a escolta do miliciano foi encontrado, no dia 27 de outubro de 2021, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 

Danilo era aliado do chefe da maior milícia do estado, mas, após a morte de Wellington da Silva Braga, o Ecko, em junho de 2021, tornou-se o criminoso mais procurado do Rio de Janeiro.

Agora, o Rio de Janeiro passa por uma disputa de territórios pelos grupos paramilitares. No último dia 18 de novembro, um dos homens apontados como rival de Tandera foi preso na zona oeste da cidade

A DRE conta com o apoio da população para o combate ao tráfico de drogas e ao crime organizado e, para isso, põe à disposição o telefone (21) 98596-7485 para denúncias anônimas, com o sigilo garantido.

Últimas