Rio de Janeiro RJ: Polícia Civil prende suspeito de chefiar milícia da Covanca

RJ: Polícia Civil prende suspeito de chefiar milícia da Covanca

Agentes encontraram o suposto miliciano em uma casa luxuosa, em Magé, na Baixada Fluminense. Homem tinha cinco mandados em aberto na Justiça

Comunidade da Covanca é alvo de disputa territorial

Comunidade da Covanca é alvo de disputa territorial

Reprodução/Google Maps

A Polícia Civil prendeu na última quinta-feira (8) o suspeito de chefiar a milícia da Covanca, no Tanque, zona oeste do Rio de Janeiro. Os agentes da Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas) encontraram o suposto miliciano em uma casa luxuosa, em Magé, na Baixada Fluminense.

RJ: Prefeitura pede à população que mantenha o distanciamento social

Durante a prisão foram apreendidas também uma pistola e um carro blindado na garagem da residência. Ainda na casa, segundo a Polícia Civil, havia uma “ampla área de lazer, piscina e churrasqueira”.

A Justiça já havia expedido cinco mandados de prisão contra o suspeito, acusado pelos crimes de homicídio, sequestro e ocultação de cadáver.

De acordo com as investigações, a quadrilha que atua na Covanca seria inimiga da milícia de Orlando Curicica, que também está preso. O confronto entre os grupos paramilitares já causou, pelo menos, três mortes na área de Jacarepaguá.

Amigo diz que modelo encontrada no Rio já havia sumido antes

Atualmente, moradores da região do morro da Covanca enfrentam a disputa entre traficantes e milicianos pela região. O grupo paramilitar que atua na comunidade tem extorquido moradores e implementado serviços de TV e internet no local.

Últimas