Rio de Janeiro Vítimas de chacina são enterradas na Baixada Fluminense

Vítimas de chacina são enterradas na Baixada Fluminense

Quatro homens foram assassinados enquanto comemoravam o nascimento do filho de um amigo, em Nova Iguaçu. Uma quinta pessoa segue internada

Familiares a amigos foram se despedir dos jovens

Familiares a amigos foram se despedir dos jovens

Reprodução/Record TV Rio

Os quatro amigos mortos a tiros na noite de sexta-feira (1º), no bairro Geneciano, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, foram enterrados neste domingo (3), em dois cemitérios da região. Um quinto homem também ficou ferido no ataque e continua internado.

Motoristas de aplicativos com perfis falsos são alvos de operação no Rio

Fernando André Torres, de 23 anos, e Pedro Paulo do Nascimento, de 20 anos, foram velados em Nilópolis, enquanto André Luiz Vieira Junior, de 21 anos, e Tales Pereira Rodrigues, de 22 anos, foram enterrados em Nova Iguaçu.

Segundo testemunhas, os quatro homens mortos estavam comemorando o aniversário e o nascimento do filho de Pedro Paulo, quando Artêmio Pereira Nunes, de 19 anos, apareceu na rua correndo de suspeitos encapuzados dentro de um carro.

Com exceção de Artêmio, todos os amigos não resistiram aos tiros e morreram no local do ataque. O sobrevivente foi levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, no bairro da Posse, onde operou braço e tórax. Segundo a unidade de saúde, o paciente está estável.

Segundo informações da Record TV Rio, apenas um dos jovens tinha passagens criminais. Artêmio deve ser ouvido pelos agentes da Polícia Civil nos próximos dias. O caso foi encaminhado para a DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense).

Polícia pede para arquivar inquérito sobre operação com 13 mortos no RJ

De acordo com o documento da ocorrência da Polícia Militar, uma testemunha afirmou que os suspeitos do ataque eram milicianos, informação que não foi repassada à imprensa em nota oficial.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Celso Fonseca

Últimas