Em meio a bloco de rua, homem é esfaqueado e morre na República

Pedro Henrique, de 28 anos, foi socorrido pelo SAMU e levado ao Pronto Socorro da Santa Casa, onde não resistiu aos ferimentos e morreu

Jovem esfaqueado é socorrido pelo Samu, mas não resiste aos ferimentos

Jovem esfaqueado é socorrido pelo Samu, mas não resiste aos ferimentos

Divulgação Prefeitura de São Paulo

Um funcionário público estadual (28) morreu após ser esfaqueado, por volta das 22 horas do domingo (23), na avenida Vieira de Carvalho, no bairro República, em São Paulo. Pedro Henrique de Sá Gonçalves das Silva foi socorrido pelo SAMU e levado ao Pronto Socorro da Santa Casa, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

Leia mais: Em quatro dias de Carnaval, mais de 1.300 pessoas são presas

Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência de agressão e, ao chegar no local, encontraram a vítima caída na esquina. Enquanto estavam no local, o homem não conseguiu contar o que teria acontecido.

De acordo com pessoas próximas, houve um roubo nas proximidades do Largo do Arouche e a vítima correu com a mão na região do peito e caiu no chão ao chegar na esquina.

Leia mais: Tendas de Acolhimento recebem 5,2 mil pessoas durante Carnaval

Foram solicitados exames periciais ao IC e ao IML e o caso, registrado como roubo no 2ºDP (Bom Retiro) e encaminhado para o 3ºDP (Campos Elíseos), onde será investigado.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que a avenida Vieira de Carvalho, no bairro República, em São Paulo, estava interditada por conta de um bloco de carnaval até 00h30 da última segunda (24). Quando Pedro Henrique foi encontrado pela Polícia Militar ainda acontecia a festa carnavalesca.

Leia mais: Baleado em bloco de Carnaval em SP tentava furtar autor de disparo

Questionada sobre as circunstâncias da morte, a SSP (Secretaria de Segurança de São Paulo) respondeu apenas que o caso foi registrado no domingo (23) como latrocínio no 2º Distrito Policial (Bom Retiro) e encaminhado ao 3º DP (Campos Elíseos), que investiga as circunstâncias relativas aos fatos.